O primeiro automóvel concebido pela Kia  exclusivamente para propulsão elétrica a bateria (BEV) será lançado mundialmente em 2021. O veículo é também o primeiro passo do plano de eletrificação da marca coreana, que pretende concentrar ao menos 25% de suas vendas globais em carros elétricos até 2029.

Para chegar a esse índice, além do CV, nome-código do primeiro modelo, outros seis automóveis exclusivamente elétricos de vários segmentos serão lançados até 2027, revelou o presidente e CEO da KiaMotors, Ho Sung Song. Contudo, o CV, previsto para vários mercados, indicará a linha evolutiva do design que será adotada nos demais veículos dedicados.

Durante evento na fábrica da marca em Hwasung, na Coréia, o executivo apresentou os esboços da futura linha e revelou que a ambição da Kia é estar entre as marcas líderes de veículos elétricos em todo o mundo. Pelas imagens,   serão carros convencionais, como hatches e sedãs, e também SUVs,

A Kia vendeu mais de 100 mil BEVs em todo o mundo desde o lançamento, em 2011, do Ray EV, primeiro elétrico da montadora produzido em massa. Segundo a estratégia mundial ‘Plan S’ da Kia, anunciada no início de 2020, a marca terá 11 modelos até 2025, somando atuais e futuros. No mesmo período, os BEVs já devem representar 20% das vendas da marca na Coréia, América do Norte e Europa.

A linha de BEVs da Kia contará com veículos urbanos, para viagens de longa distância e até de desempenho esporitvo. A Plataforma Modular Elétrica Global (E-GMP) será readequada para oferecer maior espaço interno em todas as categorias.

Anúncio

A eletrificiação dos veículos será acompanhada de várias ações da empresas em outras áreas, como serviços. A marca já trabalha, por exemplo, em serviços de assinatura e programas de leasing e aluguel de baterias, além de outros negócios relacionados a baterias de ‘segunda vida’.

LEIA MAIS

→ Kia inicia a venda do Bongo 2021

→ Kia lidera pesquisa de qualidade nos Estados Unidos

A expansão das infraestruturas de carregamento é pré-condição para a popularização dos VEs ,segundo a montadora. Na Coréia, inicialmente, a rede concessionárias da marca contará com 1,5 mil carregadores até 2030 e o próprio Hyundai Motor Group, proprietário da Kia, instalará 120 carregadores ultrarrápidos até 2021 em centros urbanos e ao longo de rodovias que ligam as principais cidades do país.

A montadora também está instalando outros 2,4 mil carregadores na Europa e perto de 500 na América do Norte junto com seus revendedores.

E mais estações de recargas serão criadas à medida que o mercado de elétricos crescer em vários países. Contribuirão para isso investimentos da Kia como o já anunciado na IONITY, empresa europeia especializada em carregamento de VE de alta velocidade.


Foto: Divulgação