A Volvo vendeu 7,7 mil veículos no Brasil em 2020, foi a terceira colocada entre as marcas premium. O XC40, seu modelo de entrada, respondeu por quase 2,9 mil unidades, 37% do total, e por muito pouco, apenas 83 veículos, não ultrapassou o  SUV médio XC60 e, pela primeira vez,  o carro da marca sueca mais vendido no Brasil.

Mas, tudo indica, os dias de líder do XC60 estão perto do fim, quase certo já em 2021. Desde que foi lançado aqui, em 2018, o XC40 vem se aproximando do irmão maior em vendas. Em janeiro, já ficou à frente ao acumular 306 licenciamentos contra 228 do XC60.

E a partir de agora a Volvo oferece mais duas versões do XC40 com motorização híbrida, a Recharge Plu-in Hybrid Momentum T5 e a Recharge Plug-in Hybrid Inscription T5, reforços que devem incentivar ainda mais a procura pelo SUV compacto. Ambas com câmbio automático de sete velocidades e dois motores: um 1.5  a gasolina de 180 cavalos e outro elétrico de 82 cavalos.

Com as duas novas versões, a Volvo encerra de vez a oferta de veículos com motor exclusivamente a combustão no Brasil.  Veículos da marca só mesmo eletrificados de agora em diante.

Os novos XC40 acrescentam à linha, que já contava com a R-Design híbrida, também mais itens de conforto e segurança, como uma curiosa chave inteligente programável, batizada de Care Key, que controla o limite de velocidade do SUV por meio de programação feita diretamente na central multimidia do veículo.

Volvo XC40

Anúncio

“Nosso desejo com a Care Key é que os pais utilizem esse recurso ao entregar as chaves aos motoristas mais jovens e menos experientes para ajudar a protegê-los ainda mais”, comenta João Oliveira, diretor geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil.

 Os XC40 dispõem de duas telas TFT. A do painel, de 12,3 polegadas, é personalizável, enquanto a da central multimídia tem 9 polegadas. O carregamento de celulares é por indução e os faróis de full led contam com regulagem automática do faixo para não ofuscar motoristas em sentido contrário.

 

O SUV é equipado ainda com controles de estabilidade e tração, freio de estacionamento elétrico, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera traseira, sensores de chuva e crepuscular, sistema de alerta de mudança de faixa com assistente de direção,  monitoramento de pressão dos pneus, assistente de descidas e de partida em aclive.

Outro recurso de ponta do SUV, o sistema City Safet  identifica outros veículos, pedestres, ciclistas e animais grandes à frente, mesmo à noite, e avisa se uma colisão for iminente. Caso necessário, em conjunto com o assistente de direção, o sistema entra em ação quando a frenagem automática não for suficiente para evitar uma colisão. 

LEIA MAIS

→ Volvo Car ganha participação no segmento premium

A nova versão Inscription tem ainda o pacote de segurança Pilot Assit, que engloba radar e câmera que integram vários sistemas. Em conjunto com o controle de cruzeiro adaptativo, por exemplo, é capaz de manter a velocidade e  distância pré-definida do veículo à frente, corrigindo a direção para manter o carro na faixa até 130 km/h.

Por R$ 244.950,00, a Recharge Plug-in Hybrid Momentum é a mais barata. A Inscription custa R$ 274.950,00 e a R-Design seguirá como a versão topo e tem preço de R$ 279.950,00.


Foto: Divulgação