AGeneral Motors anunciou em Detroit, Estados Unidos, a expansão do seu conselho de diretores para 13 pessoas, sendo sete delas mulheres ocupando os cargos mais estratégicos da companhia. Meg Whitman, líder em tecnologia e ex-chefe da Hewlett Packard Enterprise, e Mark Tatum, vice-comissário e diretor de operações da National Basketball Association, são os novos integrantes.

Segundo comunicado da GM, os 12 diretores independentes da empresa têm liderança sênior e experiência em conselhos de administração em tecnologia da informação, comércio digital, varejo, ensino superior, gestão de investimentos, relações internacionais, defesa, transporte, segurança cibernética e produtos farmacêuticos, entre outros.

“Nosso diversificado Conselho de Administração é uma vantagem competitiva para a GM, pois trabalhamos para oferecer um mundo melhor, mais seguro e mais sustentável”, disse a presidente e CEO da GM, Mary Barra. “Mark e Meg trarão experiências únicas para o Conselho, especialmente em tecnologia, construção de marca e experiência do cliente que nos ajudarão a gerar valor para os acionistas e outras partes interessadas da companhia agora e no futuro.”

Anúncio

LEIA MAIS

GM alerta para o risco de o País não receber novos investimentos

GM apresenta Bolt EV 2022 e inédito crossover EUV

A GM anunciou, em 2020, que está investindo US $ 27 bilhões até 2025 para lançar 30 veículos elétricos globalmente e comercializar tecnologia de direção autônoma. A empresa espera vender mais de 1 milhão de EVs anualmente até meados da década e almeja a liderança do mercado de EVs na América do Norte. A empresa também anunciou seu compromisso de se tornar neutra em carbono em produtos e operações globais até 2040 e pretende eliminar as emissões do tubo de escape de novos veículos leves até 2035.


Foto: Divulgação/GM