Movido por um motor V-8 de 5.0 litros, que gera 483 cv, o Mustang Mach 1 está chegando ao mercado brasileiro com preço a partir de R$ 499 mil. A Ford promove a apresentação oficial do modelo nesta sexta-feira, 16, quando abre processo de reserva preferencial para quem tem interesse na aquisição do esportivo mais icônico da marca estadunidense. As entregas começam em junho.

Em sua quarta geração, a versão Mach 1 foi lançada pela primeira vez em 1969 e nestes 41 anos passou por transformações em 1969, 1974 e 2003. Passados pouco mais de 17 anos, recebeu agora uma série de modificações estéticas e mecânicas, ganhando um pacote de equipamentos que a deixou mais potente – 17 cv a mais do que a versão Black Shadow até então disponível no País – e mais preparada para as pistas.

Com quatro modos de direção – Silencioso, Normal, Esportivo, Pista -, o Mach 1 herdou evoluções do Shelby GT350, dentre as quais seu coletor de admissão, adaptador de filtro de óleo e resfriador de óleo do motor. Tem o chassi auxiliar dianteiro e traseiro do GT350 com buchas mais rígidas e incorporou o sistema de resfriamento do eixo traseiro, articulação do dedo do pé traseiro e difusor traseiro do Shelby GT500 de 760 cv.

VEJA O VÍDEO

https://www.youtube.com/watch?v=DPpBMxWXLlk

O Mach 1 é também  o primeiro Mustang conectado, com o aplicativo FordPass Connect para acesso remoto a funções do veículo. “O novo Mustang Mach 1 foi refinado para oferecer uma experiência de direção única. É um carro exclusivo, feito para quem ama a potência e a performance, digno de colecionador”, diz Marcel Bueno, diretor de Marketing da Ford.

Anúncio

A fabricante estadunidense, que suspendeu operações produtivas no Brasil em janeiro e agora vai operar só com modelos importados, não revela meta de vendas da nova versão do Mustang que será a única disponível por aqui agora.

Bueno apenas que o cupê foi o esportivo mais vendido no País em 2020, com 70% de participação, e acumulou desde o seu lançamento em 2018 total de 1.732 unidades comercializadas internamente. A Mach 1 custa quase R$ 100 mil a mais do que a Black Shadow que até então era oferecida no Brasil.


Fotos: Divulgação/Ford