Com vendas crescentes no Brasil e já em primeiro lugar no ranking de marcas no País, a Fiat comemora agora a conquista de inédita liderança na América do Sul. Suas vendas atingiram 121,5 mil unidades ao longo do primeiro trimestre, o que lhe garantiu participação de 14% no mercado de automóveis e comerciais leves da região.

Além do Brasil, a marca também lidera no Uruguai e emplacou por três meses consecutivos o sedã Cronos na liderança dos veículos mais comercializados na Argentina, onde é produzido, com total de 11.651 unidades licenciadas no país vizinho.

No mercado brasileiro, o principal destaque da marca tem sido a picape Strada, que no trimestre desbancou líderes tradicionais do segmento de leves – Chevrolet Onix e Hyundai HB20 -, com 28.870 licenciamentos e 5,79% de market share.

De acordo com comunicado divulgado pela Fiat nesta terça-feira, 26, o forte ritmo de vendas no Brasil, que responde por 85% dos negócios totais na América do Sul, tem sido decisivo para o crescimento da marca na região. Foram emplacados no mercado brasileiro 102.430 veículos, o equivalente a uma participação de 20,5%, alta de 6,2 pontos porcentuais em relação ao índice de um ano antes.

LEIA MAIS

Fiat Toro 2022: evolução 360 graus.

Anúncio

Toro estreia plataforma de serviços conectados da Fiat

Com Strada em primeiro lugar, Fiat consolida liderança no ano

Além das suas duas picapes – Strada e Toro, que acaba de passar por sua maior renovação desde 2016 -, a Fiat emplacou mais dois modelos entre os dez mais vendidos no País: os hatches Mobi e Argo. Na América do Sul, contribuíram para a conquista da liderança o lançamento do Mobi no Chile, do Argo Trekking no Equador, Colômbia e Peru, e também da chegada da nova Strada ao Paraguai e Uruguai.

“Definitivamente o consumidor percebeu o maior valor que os nossos carros passaram a oferecer”, comemora o diretor da marca Fiat na América do Sul e Operações Comerciais Brasil, Herlander Zola. “Ele agora está diante de uma nova Fiat, com um portfólio de produtos mais competitivo, que mudou sua forma de se comunicar em nossas campanhas e, principalmente, junto à rede de concessionárias”.


Foto: Divulgação/Fiat