A Kia iniciou reformulação da oferta de produtos e reposicionamento da marca com o lançamento oficial, na terça-feira, 23, do Stonic. O modelo chega como o primeiro SUV compacto híbrido do mercado brasileiro, além de ser a ponta de lança de uma série de lançamentos de carros eletrificados que a empresa planeja para o próximo ano.

O Stonic desembarca por aqui por R$ 149.990 em versão única. Apresenta-se, portanto, alinhado na órbita do preço praticado no segmento de utilitários esportivos compactos, porém, o único ao oferecer tecnologia híbrida.

José Luiz Gandini, presidente da Kia Brasil, entende que o novo modelo estará na seara de oferta de todos os SUVs compactos do mercado, mas surge como alternativa ao Toyota Corolla Cross Hybrid. “O Stonic é o mais barato do dos utilitários esportivos híbrido, mas com preço semelhante aos modelos convencionais, somente com motor a combustão.”

Importado da Coreia do Sul, a novidade da Kia foi concebida sobre a plataforma global M20, a mesma do Rio. O trem de força do modelo combina o motor Kappa 1.0 turbo de três cilindros a gasolina – o mesmo presente nos Hyundai HB20 e Creta – com um motor elétrico de 48V. O sistema gera 120 cv e torque de 20,4 kgfm. A transmissão é automática de dupla embreagem com sete velocidades.

Alinhado à proposta de reduzir consumo de combustível e, como consequência emissão de gases, o sistema do Stonic, conhecido como mild hybrid, permite que o motor a combustão deixe de funcionar rapidamente em determinadas condições, como descidas e pisos planos, e passa prioriza o acionamento do motor elétrico. Batizado como modo de condução Velejar, o recurso reduz a compressão do motor térmico, o que deixa o carro solto, como se estivesse em ponto-morto.

Anúncio

A entrega de conveniência e conforto está presente no acabamento bem-cuidado, na central multimídia em tela flututante de 8 polegadas compatível aos aplicativos Android Auto e Apple CarPlay, câmeras de ré, ar-condicionado digital, retrovisores elétricos, assistente de partida em rampa e volante multifuncional.

Assistentes de direção inteligentes, ao menos por enquanto, estão de fora da oferta do Stonic. “Planejamos uma versão só, justamente para não encarecer o produto. Outras configurações seriam muito simples ou muito mais caras. Mas existe a possibilidade, vamos esperar a resposta do público”, justifica Gandini.

O Stonic, no entanto, é o primeiro de uma série de lançamentos de veículos eletrificados que a Kia tem programado para o ano que vem.  Gandini confirmou, por exemplo, as versões híbridas do Sportage e do novo Niro, além do 100% elétrico EV6.

A estimativa da Kia para a nova oferta é de vendas em torno de 400 unidades mensais. A empresa lamenta, no entanto, a atual dificuldade de receber o carro, consequência da crise global de abastecimento de componentes, especialmente os semicondutores. “Para o lançamento recebemos somente 150 unidades que estão já estão praticamente vendidas. Esperamos um segundo embarque no mês que vem de um lote já comprado de 1,2 mil unidades”, conta Gandini.

LEIA MAIS

→Com novo logo, Kia lança SUV híbrido no Brasil em novembro

→Kia Stonic será vendido no Brasil por R$ 150 mil


Foto: Kia/Divulgação