A crise global provocada pelo desabastecimento de componentes segue como freio do crescimento da indústria automotiva. Mas oposto ao que ocorre aqui, ao menos nas categorias de veículos para o transporte de carga, o mercado dos segmentos na Europa tem registrado quedas substanciais de dois dígitos nos últimos meses. O mais recente balanço da Acea, apresentado na quinta-feira, 25, não foi diferente.

Em outubro, o transportador europeu absorveu 180,8 mil veículos comerciais, volume 15,1% inferior ao anotado no mesmo mês do ano passado, quando foram negociadas perto de 213,2 mil unidades.

De janeiro a outubro, as vendas somaram 1,97 milhão de comerciais leves, caminhões e ônibus, acumulado que representou alta de 15,7% sobre o desempenho de um ano atrás, período no qual apurou 1,7 milhão de veículos vendidos. A Acea, no entanto, lembro que o resultado positivo embute a distorção de uma base de comparação muito baixa.

Com participação de mais de 83% das vendas totais, o mercado de comerciais leves até 3,5 toneladas foi um dos que mais influenciaram no resultado negativo. No mês passado, as entregas chegaram a pouco mais de 150,8 mil vans, furgões e cabines-chassi, queda de 15,7% em relação às 178,9 mil unidades negociadas em outubro do ano passado.

A breve recuperação anotada nos primeiros meses do ano, bem como a base de comparação base, permitiriam que o desempenho das vendas permanecesse no terreno positivo. Nos dez meses de 2021 foram 1,66 milhão de unidades entregues ante 1,44 milhão anotadas no mesmo período do ano passado, uma alta de 15,6%.

Anúncio

O mercado de caminhões a partir de 3,5 toneladas, por sua vez, também experimenta forte retração. Em outubro, a demanda caiu 10,9%, para 27,6 mil unidades contra 30,9 mil registros apurados um ano atrás. No acumulado dos dez mês, o desempenho se manteve em alta de 17,8%, para 283,5 mil caminhões vendidos.

O segmento de ônibus foi o que anotou o piro resultado em outubro, com uma baixa de 27% nas vendas. Foram apenas 2,3 mil unidades entregues contra 3,2 mil no mesmo mês de 2021. Com o resultado, o mercado de veículos para o transporte de passageiros encerra os dez primeiros meses com 28,2 mil unidades vendidas, uma ligeira queda de 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS

→Escassez de semicondutores reduz vendas de comerciais na Europa


Foto: Acea/Divulgação