Fit será o primeiro modelo produzido na nova fábrica

Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

Exatos três anos depois de ficar pronta, a fábrica de Itirapina (SP) da Honda finalmente tem definido o início de sua operação. Mais ainda: a partir de 2019, quando começar a produzir, será alçada à condição de única planta de automóveis da empresa no Brasil, já que a pioneira Sumaré (SP) concentrará apenas a produção de motores e componentes.

A supreendente decisão foi anunciada nesta terça-feira, 3, por meio de simples comunicado oficial da montadora. No texto,  a Honda sustenta que  a transferência  visa “reforçar a competitividade do negócio para os próximos anos”. Todo o processo de mudança será gradativo, concluído  ao longo de dois anos, até 2021, portanto.

Leia mais

→Honda ainda não tem planos para a fábrica de Itirapina

→Honda: 20 anos em plena forma e no aguardo de mercado vigoroso.

Inaugurada em 1997, Sumaré também ficará responsável pelo desenvolvimento de automóveis, estratégias e gestão dos negócios do grupo Honda no Brasil, que argumenta que “apesar de o mercado local apresentar uma recente recuperação, as perspectivas de crescimento permanecem abaixo do volume projetado anteriormente”.

Com capacidade produtiva, em dois turnos, de 120 mil unidades por ano, o primeiro automóvel  a sair de Itirapina será o hatch Fit.  Funcionários de Sumaré serão transferidos para Itirapina para aporveitamento da experiência acumulada pelos profissionais.

Em Sumaré permanecerão atividades como produção do conjunto motor, incluindo fundição e usinagem, injeção plástica, ferramentaria, áreas de engenharia da qualidade, planejamento industrial e logística.

A unidade também manterá a sede administrativa da Honda South America, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis, a Divisão de Peças e o Centro de Treinamento Técnico para concessionárias.


Fotos: Divulgação/Honda