Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

Para a mudança de ano/modelo 2019 do seu sedã compacto, a General Motors adicionou mais itens de série na oferta da linha, especialmente na versão de entrada da gama, a LT. A variante agora traz de série rodas de liga de leve, acionamento elétrico dos retrovisores externos, com computador de bordo e câmera de ré pela tela da central multimídia MyLink.

Por dentro, a Chevrolet providenciou revestimento que combina dois tipos de materiais nas versões LT e Advantage (R$ 59.590), e toda a linha, passou a ter encosto de cabeça no assento traseiro central com cinto de segurança de três pontos.

Leia mais

→S10 Midnight: na rede Chevrolet no final de abril.

→GM renovará toda a linha e lançará SUVs no Mercosul até 2022

Na versão mais completa, LTZ (R$ 63.890), as alterações ficaram basicamente no que diz respeito ao acabamento, como o revestimento de couro e opção de rodas de liga pintadas de preto.

A linha segue com o motor 1.4 de 106 cv associado a câmbio manual ou automático de seis marchas, exceção da Advantage, oferecida somente com transmissão manual. Motor 1.0 apenas na versão Joy, ainda com visual da geração anterior e bem menos equipada.

Em sua categoria, o Prisma é líder de mercado. De acordo com os dados da Fenabrave, nos cinco primeiros meses do ano, o modelo acumula vendas de 28.039 unidades, representando 24,71% das vendas no segmento de sedãs compactos, de 113.481 veículos. Atrás dele, bem distante, aparece o Ford Ka Sedan, com 13.668 emplacamentos no período ou 12,04% de participação.


Foto: General Motors/Divulgação