Por George Guimarães

Quais são as marcas líderes do mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves? A resposta pode ser: depende! Sim, porque se o critério for emplacamentos, o ranking é um. Mas se a ideia é saber quantos veículos são negociados no varejo, direntamente com o consumidor final, sem as chamadas vendas diretas, ele é bem outro. Quem está lá na frente no primeiro pode perder várias posições no outro comparativo.

As vendas diretas, aquelas transações com empresas e a maioria fechada com grandes frotistas, como as locadoras, responderam por quase 36% de todos os veículos emplacados no Brasil ao longo do primeiro quadrimestre. É participação que influencia diretamente nos dois rankings.

toyota, corolla

Toyota tem apenas 6,1% de participação nas vendas diretas do primeiro quadrimestre

Caso exemplar é o da Fiat. A montadora italiana deteve 13,2% dos emplacamentos acumulados de janeiro a abril, a segunda melhor marca, atrás somente da líder General Motors e seus 17,7%. Quando, porém, são consideradas exclusivamente as vendas no varejo, a empresa despenca no ranking, cai para a sétima posição, com 8,6%, atrás da Ford, que em emplacamentos registrou no período 9,3% dos negócios, apenas quinta melhor colocação.

Naturalmente, portanto, a Fiat figura como a empresa que mais vende seus veículos diretamente para empresas. No quadrimestre, respondeu por 21,5% do total negociado no mercado brasileiro, à frente da General Motors, com 17,7%. Já a Toyota, sexta marca em emplacamentos com 9,0% de participação, teve somente 6,1% dos negócios em vendas diretas.

General Motors, a líder, e Volkswagen, terceira colocada, curiosamente mantiveram as mesmas posições em emplacamentos e vendas no varejo. Veja o  ranking de varejo abaixo:

                                                                     Vendas no varejo
                                                                     (primeiro quadrimestre/ 2017)
                                                                     1º  General Motors         17,7%
                                                                     2º  Hyundai                       12,3%
                                                                     3º  Volkswagen                11,5%
                                                                     4º  Toyota                          10,6%
                                                                     5º  Honda                           9,1%
                                                                     6º  Ford                               9,1%
                                                                     7º  Fiat                                  8,6%
                                                                     8º  Renault                         4,7%
                                                                        Fonte: Fenabrave