Por Redação

A partir deste mês, após acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, a fábrica de caminhões e ônibus da MAN em Resende (RJ) trabalhará três sábados ao mês em um turno até dezembro. A decisão pelo uso de hora extra ocorre pouco mais de um mês depois anunciar o fim do Programa Seguro-Emprego e voltar a operar normalmente cinco dias por semana em um turno de produção.

Na ocasião, Roberto Cortes, presidente e CEO da montadora, considerou o crescimento das exportações e o compromisso em atender as encomendas dos próximos meses os fatores para o aumentar o ritmo da fábrica. Desde 2015, a unidade fabril operava com redução de jornada, em um primeiro momento por meio de acordo coletivo e, posteriormente, por adesão ao PSE.

Anúncio

Agora, a decisão de trabalhar aos sábados é decorrente da necessidade de também dar conta de atender o recente negócio feito com a Ambev de 417 caminhões que deverão ser entregues até o fim do ano.

A montadora também programa lançamento de uma nova gama de caminhões, a ser apresentada ainda este mês. O que deverá ocupar ainda mais as linhas de produção de Resende.

No fim do ano passado, a companhia anunciou um novo ciclo de investimento de R$ 1,5 bilhão para o período de 2017 a 2021, o maior de sua história, segundo a empresa. O recurso será aplicado em renovação de produtos, novos desenvolvimentos, como também na unidade fabril.


Foto: MAN Latin America/Divulgação