Por Redação

A General Motors está convocando os proprietários de 164,8 mil unidades de seu monovolume Spin em função de risco de incêndio.  Em comunicado, a empresa admite que a grade de entrada de ar localizada sob o para-brisa pode permitir a entrada de água suficiente para atingir a caixa de fusíveis e provocar um curto circuito.

Os veículos envolvidos são ano-modelo de 2013 a 2018, fabricados entre 14 de outubro de 2011 e 22 de agosto de 2017, com chassis de numeração DB100001 a JB152762.

Nestes casos remotos,  afirma a empresa em nota, o motor de partida pode ser acionado repetidamente “com possibilidade de incêndio e movimentação involuntária em modelos com transmissão manual”.

A montadora assegura que o reparo é feito em  25 minutos na rede de concessionárias Chevrolet ou em oficinas credenciada.  A  General Motors diz que se trata apenas da instalação de vedação adicional. Ainda assim o serviço deverá ser agendado.


Foto: Divulgação/GM