Por Redação

Após duas semanas de paralisação por causa de incêndio que atingiu uma unidade de plásticos no complexo Ana Rech, em Caxias do Sul, RS, a Marcopolo retoma parcialmente suas atividades na próxima segunda-feira, 18. Em comunicado emitido nesta sexta-feira, 15, a empresa informou que o processo será gradual “para atender da forma mais eficiente possível os pedidos de seus clientes”.

Como parte do planejamento da retomada total da produção a fabricante irá conceder férias coletivas em etapas aos seus funcionários de Caxias do Sul. “Essas medidas fazem parte das ações que a Marcopolo vem tomando para retomar totalmente as atividades produtivas, impactadas desde o evento ocorrido no último dia 3 de setembro em sua unidade Plásticos”, destaca a empresa no comunicado assinado pela diretoria. Na mesma nota, a Marcopolo informa que “está plenamente empenhada nesta retomada e para isso conta com a compreensão de seus clientes e com o apoio e o engajamento de suas equipes internas e de seus fornecedores”.

Anúncio

Segundo informações divulgadas logo após o incêndio, não houve dano a nenhum veículo pronto ou em produção pelo fato de a unidade Plásticos operar em espaço separado da área de montagem. Não houve, também, nenhum ferido na ocorrência. A empesa, no entanto, não revelou as perdas decorrentes das duas semanas de paralisação de suas linhas.

Construída em 2008, em área de 16 mil m², que representa cerca de 15% da área total coberta de Ana Rech, a unidade de componentes plásticos conta com 600 colaboradores. É uma operação dedicada à produção de componentes de ônibus, internos e externos, como teto e revestimentos. “Junto com o fornecimento de tradicionais parceiros externos localizados em Caxias do Sul, a unidade foi concebida para que a Marcopolo tornasse mais eficiente o desenvolvimento e o fornecimento de componentes plásticos utilizados nos ônibus”, explica a Marcopolo.


Foto: Divulgação/Marcopolo