Por Alzira Rodrigues

Com três feriados e dois dias úteis a menos do que em outubro, novembro registra ritmo positivo das vendas no mercado de veículos. Até a sexta-feira, 24, foram comercializadas 153 mil unidades, sinalizando, segundo fontes do mercado, um total de 202 mil a 204 mil emplacamentos no mês. E tem nesse balanço um dado bastante expressivo. A média diária de vendas no setor finalmente superou a casa das 10 mil unidades, confirmando meta que o presidente da Anfavea, Antonio Megale, considerou como factível de ser atingida ainda este ano na entrevista coletiva que concedeu no início do mês, quando divulgou o balanço até outubro.

O executivo comemorou, na ocasião, o fato de o mercado até então estar mantendo vendas internas acima das 9,5 mil unidades/dia, o que definiu como “sinal da retomada da confiança diante de indicadores econômicos positivos, como redução do desemprego, inflação em baixa e queda da taxa de juros”. E afirmou na ocasião que o mercado caminhava para voltar a emplacar na média diária acima de 10 mil veículos.

E isso realmente aconteceu. Do dia 1º ao dia 24, período marcado pelos feriados de Finados, Proclamação da República e Consciência Negra, foram 15 dias úteis. Como as vendas chegaram a 153 mil no total, incluindo automóveis comerciais leves, caminhões e ônibus, a média por dia útil ficou em 10,2 mil unidades. Se confirmada para o mês a projeção de 202 a 204 mil emplacamentos, o total mensal será próximo ao de outubro, quando foram vendidas 202,8 mil unidades. Mas como o mês passado teve 21 dias úteis, com média diária de 9,65 mil veículos negociados, pode-se dizer que a demanda no mercado mantém ritmo crescente.

Anúncio

O diretor geral da Citroën, Paulo Solti, confirmou em entrevista ao AutoIndústria que o mercado continua aquecido. Pelas projeções da empresa, serão comercializados em outubro perto de 199 mil automóveis e comerciais leves, com pequeno crescimento de 1% sobre as 196,9 mil unidades do mês passado. Ele acredita que esse ritmo positivo será mentido neste final de ano e também ao longo do primeiro trimestre de 2018.

No comparativo deste ano com o passado, o crescimento nas vendas no acumulado até novembro deve ficar bem próximo de 10%, com pouco mais de 2 milhões de veículos comercializados nos primeiros onze meses do ano. O desempenho deste mês com relação a novembro de 2016, quando foram emplacados 178,2 mil veículos, também será positivo. A alta deve ser na faixa de 13% a 15%.


Foto: Divulgação/VW