Por Redação

O Salão do Automóvel de Detroit, EUA, que abrirá suas portas ao público no sábado, 20, encerrando-se no domingo, 28, traz novidades que estão para chegar no mercado estadunidense e também veículos conceitos, reunindo os principais fabricantes do setor de todo o mundo.

A Volkswagen, por exemplo, apresenta o novo Jetta, enquanto a Ford mostra o Mustang Bullitt de terceira geração – em edição limitada comemorativa do 50º aniversário do filme clássico Bullitt, de Steve McQueen –, além do novo Edge ST, o primeiro SUV tunado pela Ford Performance, e a nova Ranger, exclusiva para o mercado americano.

Ao participar de evento realizado na segunda-feira, 15, o CEO da marca Volkswagen, Herbert Diess, destacou a importância do mercado estadunidense, garantindo que até 2020 a empresa lançará pelo menos dois novos modelos por ano nos Estados Unidos.

Sobre o novo Jetta, o número um em vendas da marca naquele mercado, Diess disse que o modelo, agora em sua sétima geração, foi 100% reprojetado: “Ele é uma das chaves para nosso sucesso futuro nos Estados Unidos”. A Volkswagen, segundo o executivo, vai investir mais de US$ 3,3 bilhões na América do Norte ao longo dos próximos três anos.

Novidades Ford – O Mustang BullittTM apresentado pela Ford no domingo, 14, será lançado no mercado estadunidense em meados deste ano. Equipado com um motor V8 5.0 especialmente calibrado com potência de mais de 480 cv e torque  de 569 Nm, o esportivo atinge velocidade máxima de 262 km/h.

Anúncio

Quanto ao novo Edge ST, a Ford informa que no final do ano o modelo chegará ao mercado europeu, nas versões Vignale, ST-Line, Titanium e Trend, com novos motores diesel. Com transmissão de oito velocidades, o Edge ST tem motor V6 e incorpora, segundo a Ford, tecnologias inéditas no segmento, como assistência de manobras evasivas, piloto automático adaptativo com stop-and-go e assistência de manutenção na faixa.

Desenvolvida para atender o consumidor norte-americano, a nova Ranger mostrada pela Ford no Salão de Detroit tem motor EcoBoost 2.3 a gasolina, transmissão automática de 10 velocidades e tecnologias avançadas como a assistência de frenagem com detecção de pedestre.

Carro-conceito Nissan – Também na segunda-feira, 15, a Nissan mostrou em Detroit o Xmotion concept, apresentado pela empresa como um evolucionário SUV compacto, baseado no longo currículo da marca no segmento de SUVs e crossovers de ponta.

“Com o Xmotion concept, nos inspiramos na estética e na arte japonesa, que vem sendo transmitida de geração para geração, para criar uma impressão visual atemporal”, comentou Alfonso Albaisa, vice-presidente mundial sênior de design global na Nissan. “Ao mesmo tempo, fizemos com que ele atendesse as necessidades dos motoristas de um futuro próximo, em que os crossovers serão autônomos e conectados”.


Fotos: Divulgação/VW/Ford/Nissan