Por Alzira Rodrigues

Primeiro sedã construído sobre a Estratégia Modular MQB no País, o Volkswagen Virtus chegará ao mercado brasileiro em fevereiro com duas opções de motor e três versões de acabamento: MSI, Comfortline 200 TSI e Highline 200 TSI com preços de R$ 59.990 a R$ 79.990.

Totalmente desenvolvido pelo time do design do Brasil, é o primeiro automóvel na América Latina a usar inteligência artificial para ajudar motoristas (sistema Watson, da IBM), conforme revelou o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e Região SAM, Pablo Di Si, durante seu lançamento na noite da segunda-feira, 22, no Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera, na capital paulista.
.
A configuração MSI do Virtus será equipada com o motor 1.6 de até 117 cv e câmbio manual de cinco marchas. As versões Comfortline e Highline contam com o conjunto mecânico do motor TSI de até 128 cv e transmissão automática de seis velocidades. Os dois motores são da família EA211.

O novo sedã está sendo produzido na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo, SP, graças ao investimento de R$ 2,6 bilhões – de um total de R$ 7 bilhões até 2020 – que foi aplicado no ABC paulista e contemplou o desenvolvimento, a modernização da manufatura, testes de certificação e validação do produto, desenvolvimento local de peças e qualificação de pessoal.

Leia mais

Di Si: “A nova Volkswagen já começou”.

De acordo com a Volkswagen, o sedã traz novas concepções de aproveitamento de espaço interno e conforto. Com 4,48 metros de comprimento, o novo sedã tem 42,5 centímetros a mais do que o novo Polo, também desenvolvido sobre a Estratégia Modular MQB, e é um dos maiores, segundo a montadora, entre os seus concorrentes diretos.

Anúncio

A distância entre o centro da roda e o final do para-choque traseiro é de 1.027 milímetros e seu porta-malas tem capacidade para 521 litros. O espaço efetivo para as pernas para os passageiros do banco traseiro é de 910 mm (da base do encosto do assento traseiro até a parte de trás do encosto do banco dianteiro).

O Virtus é equipado de série, em todas as versões, com quatro airbags – dois dianteiros e dois laterais. Quanto aos recursos de conectividade e digitalização, o modelo traz o manual cognitivo, que usa IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro.

Essa solução permite uma nova forma de interagir com o veículo e oferece uma nova experiência tecnológica, segundo a montadora. Eventuais questões sobre o carro poderão ser respondidas por esse assistente inteligente, de forma simples e rápida. O aplicativo Meu Volkswagen conta com tecnologia do Watson para responder as questões tanto em português como em espanhol.

A exemplo dos sites de buscadores na internet, o app Volkswagen terá campos para digitação e o microfone para que o usuário faça sua pergunta oralmente – a linguagem poderá ser natural, como em uma conversa informal. O sistema reconhece sotaques e é capaz de aprender quanto mais se interage com ele. “É uma forma totalmente nova e interativa para o lançamento do Virtus, modelo que vai revolucionar o mercado brasileiro”, disse Pablo Di Si no lançamento do produto.


Fotos: Volkswagen/Divulgação