Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

A brasileira Fras-le e a estadunidense Meritor renovaram por mais dez anos contrato de distribuição de materiais de fricção para veículos comerciais nos Estados Unidos, Canadá e México, reforçando parceria que já dura quase duas décadas e envolve também troca de experiência e de conhecimento no mercado norte-americano.

Com a renovação do acordo, assinada no dia 3 de julho e que garante exclusividade da distribuição pela Meritor das peças produzidas pela Fras-le, as duas empresas manterão a liderança na comercialização de marcas e produtos para o segmento de veículos pesados naquela região,  tanto de itens originais como de reposição

“Este é um negócio estratégico para a Fras-le”, comenta o diretor da companhia, Anderson Pontalti. “Diante da representatividade, reconhecimento e qualidade da Meritor no Nafta, desde 1999 nós temos produtos aprovados por montadoras de caminhões, ônibus e reboques. A credibilidade, compromisso, foco no cliente e competitividade são requisitos fundamentais para o sucesso no mercado norte americano”.

Anúncio

Com fábricas estrategicamente localizadas no Brasil, Estados Unidos, China, Argentina, Uruguai e Índia, além de centros de distribuição na Argentina, Alemanha, Estados Unidos e Colômbia e operações comerciais no Chile, México, Emirados Árabes e África do Sul, a Fras-le, segundo Pontalti, possui capacidade produtiva e estrutura comercial para atender com agilidade as demandas internacionais.

Além do Brasil, a Fras-le comercializa seus produtos em mais de 126 países.  Sua  linha de produtos, com mais de 14 mil referências, é formada por pastilhas e lonas para freio de veículos pesados, pastilhas, lonas e sapatas para veículos leves, revestimentos de embreagem, pastilhas para motocicletas, aeronaves, trens e metrôs, lonas moldadas e trançadas, placas universais, discos e tambores para freios, dentre outros itens.

A Meritor, por suas vez, é líder global em soluções para transmissões, mobilidade, frenagem e produtos de reposição, para veículos comerciais e industriais.


Foto: Divulgação/Fras-le