Volkswagen ID

ID será o primeiro representante com o logo VW

MEB é a sigla para a qual a Volkswagen dedicará boa parte de sua atenção e esforços nos próximos anos. Abreviatura de Modularer Elektrobaukasten ou simplemente a plataforma modular para veículos elétricos, recairá sobre ela as maiores apostas do grupo alemão.

Prova disso é que a Volkswagen projeta fabricar algo como 10 milhões de carros elétricos derivados sobre a nova arquitetura. Em comunicado, a empresa afirma ainda que a produção mundial em massa desses veículos está prevista para começar no segundo semestre de 2022.

Anúncio

A empresa espera ter 27 modelos elétricos para quatro de suas marcas de automóveis derivados da MEB. O primeiro deles levará o logotipo VW: o hoje conhecido ID, cujo lançamento já está definido para o fim de 2019 e que será produzido na fábrica de Zwickau, Alemanha.

No entanto, Thomas Ulbrich, chefe de mobilidade elétrica da empresa, afirmou que essas 10 milhões de unidades formarão apenas uma primeira leva de veículos baseados na nova plataforma, informam agências internacionais.

LEIA MAIS

→Grupo VW apura resultados recordes

→Audi inaugura linha de produção de motores elétricos

A meta já assumida pelo grupo é chegar a 2025 vendendo anualmente perto de 3 milhões de unidades dos cinquenta modelos que pretende dispor até lá. Até 2020 a ideia é já ter negociado 150 mil unidades, dois terços somente do pioneiro ID, apresentado há dois anos como protótipo.

Os investimentos previstos pela empresa em produtos e projetos para o segmento são da ordem de € 6 bilhões. No ano passado, o Grupo Volkswagen vendeu cerca de 10,7 milhões em todo o mundo.


Foto: Divulgação/Volkswagen