Manley comandará plano quinquenal que prevê o lançamento de dezenove veículos

Mike Manley, CEO da FCA, está agindo rápido. Menos de três meses depois de substituir Sergio Marchionne, que faleceu em julho, o executivo promove uma grande troca de cadeiras na cúpula global do conglomerado. Via comunicado, ele anunciou várias alterações. O nome mais conhecido dos brasileiros é de Stefan Ketter, que deixou o grupo.

Ketter, que comandou a empresa no Brasil até março e foi o responsável pela construção da fábrica da Jeep em Goiana (PE) e pela modernização das plantas de Betim (MG) e de Córdoba, Argentina, respondia pela direção mundial de manufatura. A vaga do brasileiro foi ocupada por Scott Garberding, que também terá sob sua responsabilidade a empresa de robótica Comau e a fundição Teksid.

Outro executivo bastante conhecido por aqui é Richard Schwarzwald, que sucede Garberding como chefe global de qualidade. Até recentemente ele  liderou a organização de qualidade da FCA na América Latina, cargo agora do também brasileiro Geraldo Barra, que já respondia como diretor-adjunto.

Schwarzwald nasceu no Rio de Janeiro e estudou Engenharia Mecânica na Escola Politécnica da USP, em São Paulo. “O principal dever da área de qualidade é estabelecer ações sob o ponto de vista do consumidor, para atingir os mais altos níveis de satisfação dos clientes e reconhecimento da marca”, afirma o executivo.

geraldo barra e richard Schwarzwald

Barra e Schwarzwald: brasileiros na qualidade.

“Os próximos cinco anos continuarão a ser extremamente desafiadores para o nosso setor, com regulamentações mais rígidas, intensa concorrência e, provavelmente, um crescimento mais lento da indústria em todo o mundo”, escreveu no comunicado Manley, que comandará o plano quinquenal do grupo que prevê o lançamento de dezenove veículos, dez elétricos, de cinco marcas.

Anúncio

Outras alterações promovidas pela FCA:

• Tim Kuniskis passa a responder pela Jeep na América do Norte e manterá sua atual função de chefe global da Alfa Romeo. Não haverá um chefe global de Jeep.

• Reid Bigland liderará a marca Ram, papel que já desempenhou entre 2013 e 2014 ao mesmo tempo que seguirá comandando as operações canadenses e as vendas nos Estados Unidos.

• Steve Beahm é agora ochefe da Mopar na América do Norte, enquanto continua no cargo de chefe da Chrysler, Dodge e Fiat Brands na América do Norte.

• Pietro Gorlier, ex-diretor de operações da divisão de componentes da FCA, é nomeado COO da região da Europa, Oriente Médio e África da empresa. Ele vai manter o papel de chefe da Mopar globalmente.

• Ermanno Ferrari assume como CEO da Magneti Marelli. Ele vinha respondendo pela divisão de iluminação da empresa, a maior unidade de negócios.

• Harald Wester, diretor de tecnologia do grupo, cumprirá tgambém a função de COO da Maserati como COO, empresa pela qual autou de 2008 a 2016.

LEIA MAIS

→FCA investirá € 9 bi em eletrificação

→FCA perde mais uma liderança


Foto: Divulgação/FCA