A distribuidora Comgás e a Scania se associam para acelerar o uso do gás natural e biometano em veículos comerciais pesado no País. As empresas começam com mapeamento de corredores e rotas logísticas no Estado de São Paulo para elaborar plano de aumento de pontos estratégicos de abastecimento, além de avaliar a instalação de postos na operação do transportador.

“Esta iniciativa é fundamental para impulsionar o desenvolvimento da infraestrutura de distribuição e ampliar as opções de abastecimento”, resume em nota Christopher Podgorski, Presidente e CEO da Scania Latin America. “A parceria reduzirá barreiras para viabilizar soluções sustentáveis no transporte.”

A Scania adotou a bandeira do gás natural em alternativa ao diesel em estratégia global da empresa de liderar a transformação do transporte em um negócio mais sustentável. Desde março de 2020, a companhia produz na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) caminhões movidos a gás, decisão que acompanhou o lançamento da nova geração da linha de pesados.

Por outra frente a Comgás encaminha ampliação de rede de dutos em locais estratégicos como forma de potencializar o mercado de gás natural. A ideia é de no futuro também o biometano esteja disponível na rede de distribuição. “O gás natural é uma solução energética utilizada por diversos países desenvolvidos e em desenvolvimento, pois apresenta baixos índices de poluição e oferta abundante no mercado mundial”, conta Antonio Simões, CEO da Comgás.

Anúncio

LEIA MAIS

→Caminhão Scania a gás chega na mineração

→Scania faz entrega dos primeiros caminhões a gás produzidos no Brasil

→Scania acelera projetos com caminhão a gás


Foto: Scania/Divulgação