Com uma redução média de 6% em toda a linha sem qualquer alteração nos catálogos e na oferta de equipamentos, a Ford acaba de anunciar nova tabela de preços da Ranger. O objetivo, segundo a montadora, é aumentar a competitividade da picape, que oferece duas motorizações diesel – 3.2 e 2.2 – e a 2.5 Flex, sendo a única da categoria a contar com cinco anos de garantia.

O modelo mais beneficiado com o reposicionamento dos preços foi a versão 2.2 Diesel XLS automática 4×2, oferecida agora por  R$126.490, quase 17% a menos do que custava antes (R$151.890). Com sete airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração, central multimídia SYNC, câmera de e piloto automático, ela tem motor de 160 cv, além de direção elétrica, transmissão automática de seis velocidades e equipamentos como

“Com esse novo posicionamento, a Ranger vai atrair clientes de outros segmentos que sempre desejaram ter uma picape do seu porte diesel, mas acabavam optando por um modelo menor ou flex da mesma faixa de preço”, diz Fabrizzia Borsari, gerente de produto da Ford.

LEIA MAIS

Vendas diretas respondem por 70% dos emplacamentos de picapes no Brasil

Ford Ranger tem nova versão de entrada

Ford Focus sairá de linha em 2019

A Ranger apresenta bons resultados este ano. Segundo dados da Fenabrave, no acumulado dos primeiros nove meses foram emplacadas 14,5 mil unidades da picape da Ford, volume 25% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (14,5 mil). Posicionada pela entidade que representa os distribuidores de veículos com picape grande, a Ranger ocupa o quarto lugar no ranking desse segmento e teve participação ampliada de 9,3% em 2017 para 10% este ano.

A linha tem como modelo de entrada a versão 2.5 Flex XLS, que teve o preço reduzido de R$ 110.790 para R$109.390. Já a topo de linha Ranger 3.2 Diesel Limited, de 200 cv e 470 Nm de torque, sai por R$188.990 – antes custava R$ 192.570. Ao todo a linha oferece onze versões.


Foto: Divulgação/Ford