Uma das vítimas da preferência crescente por SUVs tanto mundialmente como no Brasil, o segmento de modelos médios, principalmente os hatches, perde mais um concorrente. A Ford confirma que vai parar de produzir a linha Focus na fábrica de General Pacheco, na Argentina,  a partir de maio do ano que vem, ou seja, as versões hatch e sedã do modelo deixarão de ser vendidas por aqui dentro de alguns meses.

A explicação da Ford é exatamente a baixa demanda por hatches e sedãs médios, que estão sendo preteridos em favor principalmente dos veículos utilitários esportivos, segmento que mais cresce no mercado brasileiro e no qual a marca é pioneira com o EcoSport. Os fornecedores da linha Focus ficaram sabendo do fim da sua produção na semana passada, quando a Ford enviou a programação de pedidos para os próximos meses.

LEIA MAIS

SUVs e hatches pequenos continuam ganhando mercado

Mesmo com crescimento, General Motors é coadjunte nos SUVs

Com o fim do Focus, a fábrica de General Pacheco, na província de Buenos Aires, passará a produzir apenas a Ford Ranger, que eventualmente até poderá ter sua oferta ampliada a partir do ano que vem.

No acumulado de janeiro a agosto deste ano, a Ford vendeu apenas 2.210 unidades do Focus hatch e 3.130 da versão sedã. No segmento de hatches médios, o modelo da Ford ainda aparece como segundo colocado, perdendo apenas para o Chevrolet Cruze, com 3,7 mil unidades. Em terceiro lugar está o Volkswagen Golf, com somente 2 mil licenciamentos em oito meses. Esse segmento responde este ano por apenas 0,7% das vendas totais de veículos no País. Há um ano esse índice era de 1,2%.

Anúncio

LEIA MAIS

Ford Ka evolui em segurança nos testes da Latin NCAP

Ford divulga imagem de SUV elétrico inspirado no Mustang

Ford reposiciona preços do Focus

A participação é um pouco maior no caso dos sedãs médios, que tem o Toyota Corolla como líder em vendas, mas o segmento também está em queda – sua fatia no mercado total baixou de 8,5% em 2017 para 7% este ano. O Focus é o quarto colocado no ranking desse segmento, seguido por outro modelo da Ford, o Fusion, que no acumulado até agosto teve 3.082 emplacamentos.


Foto: Divulgação/Ford