Exagero imaginar o Ford Ka Sedan como um lobo em pele de cordeiro. Não se trata de ocultar alto desempenho sob uma aparência dócil. O modelo é como se mostra: um carro para o dia a dia, com uma proposta familiar e níveis de conforto e conveniências na medida do que se espera de um modelo de sua categoria. Mas ao incorporar em sua linha 2019 o motor 1.5 Ti – VCT Flex de três cilindros associado a um câmbio automático de seis marchas, o automóvel não só entrega mais capacidade como também facilidades a bordo.

O sedã compacto é do tipo que “veste” bem. A versão topo de linha avaliada por AutoIndústria, a Titanium, por R$ 71.600, tem acabamento refinado para os padrões de carro compacto, que privilegia o couro, e traz amplas possibilidades de ajustes no banco e na coluna de direção.

Para o posto de comando, a engenharia providenciou um pacote de conveniências ao motorista. A ignição é do tipo sem chave, basta apertar o botão; o volante multifuncional dá acesso ao sistema de áudio, controlador de velocidade e informações do veículo. No centro do painel, em posição elevada, a tela de 6,5 polegadas sensível ao toque abriga a central multimídia com sistema Sync 3 da marca, permitindo conexão a smartphones e aplicativos de navegação, como o Waze. Há ainda duas entradas USB localizadas no console central.

Na condução, boas surpresas. O novo conjunto mecânico fez um bem danado ao modelo. O motor 1.5 de três cilindros, o mesmo oferecido no EcoSport, desenvolve 136 cv a 6.500 rpm e torque de 16,1 kgfm a 4.750 rpm se abastecido com etanol. Equivale a dizer que o desempenho oferecido é equivalente a motores maiores.

De acordo com a fabricante, 89% da força máxima são entregues logo aos 1.500 rpm. Apenas o dinamômetro pode confirmar, mas no trânsito não há como negar que o veículo responde prontamente ao comando do acelerador, oferecendo uma direção ágil.

Anúncio

A resposta à altura do que espera o motorista é responsabilidade de outra novidade, o câmbio automático de seis velocidades. A tecnologia privilegia conforto ao dirigir pelo funcionamento suave e silencioso nas trocas de marcha por meio de sistema hidráulico. A transmissão traz ainda a chamada SelecShift, que permite trocas por meio de botão na alavanca, e o modo Sport, recurso especialmente interessante para ser usado nas ultrapassagens.

LEIA MAIS

Ford Ka evolui em segurança nos testes da Latin NCAP

Ford Ka ganha opção de câmbio automático

Pelas suas especificações técnicas, o Ka Sedan 1.5 acelera de 0 a 100 km/h em 10,6 segundos e faz na cidade 7,8 km/l e, na estrada, 10,1 km/l, ambos os desempenhos se considerar o consumo de etanol. Pelo computador de bordo, em ciclo misto, na avaliação do carro ao longo de 400 km, o veículo computou pouco mais de 12 km/l.

As novidades para a linha 2019 da família Ka, em julho passado, certamente ainda não são os maiores responsáveis pelo avanço de participação do modelo no mercado, mas seguramente estão contribuindo.

De acordo com os números da Fenabrave, de janeiro a setembro deste ano chegaram às ruas do País 27,4 mil unidades do Ka Sedan, o que representou um crescimento de 36% na comparação com o mesmo período do ano passado e participação de 12,7% nas vendas de sedãs pequenos, o segundo mais vendido na categoria. Há ano, o modelo da Ford participava com 10%, atrás de Chevrolet Prisma, Volkswagen Voyage, Hyundai HB20s e Toyota Etios Sedan.


Fotos: Ford/Divulgação