Após 37 anos de Volvo, Bernardo Fedalto se despede da fabricante de Curitiba (PR) para dar lugar a Alcides Cavalcanti, que assumirá a operação comercial de caminhões novos, seminovos, peças e serviços para o Brasil e alguns mercados da América Latina.

O novo diretor iniciou carreira da Volvo em 1986 como estagiário. Vivenciou áreas de desenvolvimento de produto e engenharia de vendas na empresa. Com formação em engenharia mecânica pela UFPR, Universidade Federal do Paraná, e especialização em gestão de negócio pela FGV, também acumulou experiência em outras montadoras de automóveis e caminhões e, desde o ano passado, ocupava o cargo de gerente comercial de caminhões da Volvo no Brasil.

“Vou utilizar minha longa experiência de Volvo e também de mercado para potencializar ainda mais a presença da marca no País”, diz em nota o novo diretor. “Nosso foco no presente e no futuro é continuar com produtos com tecnologia de ponta e avançar para ter serviços cada vez melhores, melhorando ainda mais a disponibilidade de frota para nossos clientes.”

Cavalcanti ficará baseado na sede da Volvo, em Curitiba, e reporta-se diretamente ao presidente do Grupo Volvo América Latina, Wilson Lirmann.

Anúncio

No posto de diretor comercial de caminhões Volvo desde 2004, Bernardo Fedalto deixa a empresa ainda este mês, em processo natural da política de sucessão da companhia.

“Depois de quase quatro décadas na empresa, estou muito orgulhoso de tudo o que vi a Volvo a conquistar. Com o apoio de nossas concessionárias e com muito profissionalismo, ganhamos a confiança de transportadores que prosperaram junto conosco”, resume Fedalto. “Estou feliz em iniciar uma nova fase em minha carreira, deixando esse legado de milhares de histórias de sucesso dos clientes Volvo.”

LEIA MAIS

→Consórcio Volvo: a força de 5%.

→Volvo FH ganha versão especial de 25 anos


Foto: Volvo/Divulgação