O presidente e CEO da Volkswagen Argentina, Hernán Vázquez deixará suas atuais funções até o fim deste ano. Seu substituto, que assumirá o cargo em 1ª de janeiro, será informado em breve, conforme comunicado da montadora divulgado na quarta-feira, 5.

Vázquez continuará sua carreira profissional no Grupo Volkswagen na Europa. Durante os anos em que trabalhou na Argentina, ele colaborou com a consolidação da liderança da companhia no país, que já perdura por quinze anos.

Há menos de dois meses, em outubro, o executivo assumiu a presidência da Adefa, a entidade que representa as montadoras no país vizinho, cargo que certamente terá de deixar com a sua ida para a Europa.

LEIA MAIS

A nova diretoria da Adefa

Di Si: “A nova Volkswagen já começou”.

Volkswagen Virtus atropela concorrentes e dobra segmento

Anúncio

Volkswagen terá segundo turno e o retorno de 500 funcionários no Paraná

Antes de ser nomeado presidente e CEO daquela subsidiária, em novembro de 2017, Vázquez foi vice-presidente de vendas e marketing e responsável pela estratégia comercial das marcas Volkswagen, Volkswagen Veículos Comerciais (Amarok), Volkswagen Caminhões e Ônibus, Audi e Ducati.

“Quero agradecer a Hernán por sua contribuição e dedicação para motivar o trabalho em equipe e incentivar as mudanças necessárias para a implementação da nova Volkswagen. Tanto seu conhecimento como sua longa experiência na indústria automotiva foram muito importantes para o sucesso do grupo na Argentina”, comenta Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

A Volkswagen Argentina investe atualmente US$ 800 milhões nos centros industriais que o grupo possui em General Pacheco (Buenos Aires) e Córdoba.


Foto: Divulgação/VW