Em dezembro do ano passado, a Volkswagen, em parceria com a rede de distribuição de veículos, iniciou projeto piloto de incorporar na rede de distribuição o que define como concessionária digital. O modelo, composto de mobiliário próprio, tela sensível ao toque tablets e óculos de realidade virtual, permite ao cliente interagir com o carro que deseja.

Pela tela, o consumidor acessa todas versões, acessórios e cores disponível para configurar o carro de conforme seus desejos. Por sua vez, os óculos permitem que ele visualize o interior do veículo e conheça os equipamentos disponíveis. O processo de escolha pode começar tanto pelo modelo quanto pela faixa de preço.

O País é o primeiro mercado a dispor da novidade, até agora dez pontos já estão em funcionamento como um projeto piloto, por exemplo na Caraigá, em São Paulo. Mas pelos planos da fabricante, o formato será levado para outros sete países da América Latina. Até fim de março, trinta lojas deverão ter o serviço para oferecer e, no fim de 2019, somar em torno de cem pontos.

LEIA MAIS

→VW inaugura concessionárias mais enxutas e digitalizadas

→Linx busca parceiros para lançar a concessionária do futuro

→A transformação das concessionárias de veículos

Anúncio

De acordo com Pablo Di Si, presidente e CEO da VW América Latina, a ferramenta inicia um processo de transformação na forma de vender e no próprio modelo de concessionária que ainda hoje persiste. “Devido aos custos, as concessionárias estão cada vez menores e por maior que seja, não dá para expor todos modelos e versões. Já estamos em processo de autorização de lojas com 90 m², o que proporciona ao concessionário ter um negócio enxuto e possibilidade de investir em pós-venda ao ter custos menores com a loja física.”

Di Si lembra ainda que a concessionária digital amplia ainda as oportunidades de ação dos representantes da marca, afinal, a loja virtual pode ser instalada em qualquer lugar, como shoppings, feiras e eventos públicos, além de poder levar a show room completo até o cliente. Segundo a VW, o investimento do concessionário é de R$ 28 mil, o que inclui computador, tela de 55 polegadas, tablet, óculos de realidade virtual e móveis para compor uma ilha digital.

O presidente da VW lembra que a novidade que chega à rede ainda é processo em construção, com atualizações diárias sejam em relação às informações dos produtos quanto no que diz respeito a sugestões dos clientes e da rede. “Importante que o acesso tenha se manter simples e rápido. Se complicar, deixa de ter sentido.”


Foto: Volkswwagen/Divulgação