A Volkswagen Caminhões e Ônibus incorpora na sua gama de caminhões mais uma opção ao transportador que, se não garante a manutenção de sua atual liderança dentre os semipesados, reforça portfólio na disputa da oferta de caminhões 8×2. Agora, além do Constellation 30.330, a empresa coloca como opção de entrada o Constellation 30.280.

Para a novidade, a fabricante de Resende (RJ) usou receita consagrada pelo 24.280, campeão disparado de vendas na categoria. O lançamento passa a ser o único caminhão rígido com o segundo eixo direcional dianteiro dotado de tecnologia EGR, solução de tratamento de gases que dispensa o uso de Arla 32.

O modelo apareceu pela primeira vez na Fenatran de 2017 ainda como uma possibilidade para o mercado. Chega agora, no entanto, contando vantagem de 70 unidades já vendidas desde que passou a ser oferecido pela rede, em janeiro. Segundo Andria Giusti, engenheira de marketing do produto, o 30.280 se apresenta como uma proposta pouco explorada e com demanda ainda não atendida. “É uma opção para o transporte por médias e longas distâncias rodoviárias com menos potências, mas que ainda garante rapidez nas operações.”

O novo produto da VWCO, com capacidade para 29.000 kg de peso bruto total (PBT), é indicado para atuar em diversas aplicações, dos baús à carga seca passando por tanque e sider. Destinado ao transportador que procura contar com a maior plataforma de carga possível, o veículo pode sair de fábrica a partir de três distâncias de entre eixos, permitindo implementações de 8 a 9,5 metros de comprimento.

No conjunto mecânico o veículo traz o motor MAN D08 que desenvolve 277 cv a 2.300 rpm e torque de 107 kgfm de 1.100 a 1.700 rpm associado a uma caixa mecânica de nove marchas, mas tem como opcional transmissão automatizada de seis velocidades, “tendência que promete ganhar cada mais força no segmento 8×2”, avalia Andria Giusti.

Anúncio

O Constellation 30.280 ainda pode sair de fábrica com cabine estendida, leito teto baixo ou leito teto alto. Conforto e conveniências internas ficam por conta da presença de banco do motorista com suspensão pneumática, ar-condicionado, acionamento elétrico de vidros e espelhos externos e ajustes na coluna de direção.

A VWCO já apresenta desempenho invejável na categoria de semipesados. No ano passado, liderou as vendas no segmento com 38% de participação do total de 6.805 unidades licenciadas. De acordo com Andria Giusti, o mercado de 8×2 gira em torno de 2.000 caminhões por ano. Apenas com o 30.280, a montadora espera vender de 12% a 15% do volume que alcança até fim de 2019, entre 240 e 300 unidades.

LEIA MAIS

→Kroschu substitui Continental na produção da VWCO

→VWCO entrega o primeiro e-Delivery para a Ambev

→VWCO abre segundo turno parcial em Resende


Foto: Malagrine Estúdio/Divulgação