A Delphi Technologies apresenta na Automec 2019, até 27 de abril no São Paulo Expo, mais de 900 aplicações para o mercado de reposições em filtros, cabos de ignição, compressores, corpos de borboleta, bombas d’água e sensores de oxigênio. Mas também aproveita a feira para reforçar o negócio de peças remanufaturadas, até agora pouco disseminado pela empresa.

Por volta de um ano e meio atrás, a companhia abriu espaço em sua unidade de Piracicaba (SP) para se dedicar à remanufatura de sistemas de injeção para veículos comerciais. A linha, com capacidade para 100 mil peças/ano, foi planejada para dar sobrevida a injetores de motores diesel que, então, são oferecidas pelas marcas de peças de reposição da Mercedes-Benz, Volvo e Hyundai.

Segundo Amaury Oliveira, diretor executivo para aftermarket para a América do Sul da companhia, a remanufatura de injetores é um primeiro passo para um projeto maior. “Buscamos componentes que não têm propriedade intelectual e alguns outros sistemas ou peças já estão análise, como bombas de combustível.”

LEIA MAIS

→Delphi atinge 1 milhão de velas de ignição vendidas no aftermarket

Anúncio

→Direção inteligente une Delphi Technologies e Tom Tom

Outra ação que reforça a ambição em mais participação em veículos movidos a diesel são os treinamentos promovidos pela empresa. Especialmente na Automec, a Delphi programou uma grade de aulas para reparadores cujos conteúdos, na maior parte, são focados no tema, como sistema common rail, bombas de alta pressão, compressores, dentre outros. No espaço, um Hyundai HR e peças em corte facilitam a compreensão dos componentes.

Peças remanufaturadas podem chegar a ser até 40% mais competitivas na comparação com o item novo original, “forte argumento como alavanca para aumentar participação no mercado de reposição”, avalia Oliveira.

De acordo com a empresa, o faturamento global do primeiro trimestre de 2018 da Delphi foi de US$ 5 bilhões, dos quais US$ 1 bilhão proveniente dos negócios no Brasil. Por aqui, o aftermarket costuma contribuir de 30% a 40% no total da receita.


Foto: Delphi Technologies/Divulgação