Com 213.421 unidades, junho registrou queda de 8,9% nas vendas em relação a maio e crescimento de 9,4% sobre junho de 2018. Entretanto, com apenas 19 dias úteis, a média diária  de 11.233 unidades foi a melhor dos últimos quatro anos. Superou as 11.611 unidades registradas em janeiro de 2015.

As vendas diárias são o melhor termômetro do mercado, revelam o poder de produção e vendas do setor. Mas boa parte dos licenciamentos de junho, cerca de 20 mil carros, foi feita no fim de semana, embora apenas algumas unidades do Detran funcionem nesse dia em São Paulo e oficialmente sequer abrem em alguns estados.

No acumulado do ano, as vendas chegaram a 1.340.741 unidades, 10,8% a mais do que no mesmo período do ano passado.  GM (36.509 carros e 17,1% de participação), Volkswagen (32.515 e 15,2%) e Fiat (30.940 e 14,5%) mantêm as três primeiras posições no ranking.

A Renault também manteve a posição (4ª colocada), mas a Ford subiu do 7º lugar em maio para 5º em junho. Toyota e Hyundai caíram (veja ranking). Honda, Jeep e Nissan também permanecem entre as dez mais.

Ranking por marca

Class. Marca Unidades Part.%
GM 36.509 17,1
Volkswagen 32.515 15,2
Fiat 30.940 14,5
Renault 21.384 10,0
Ford 17.221 8,1
Hyundai 16.642 7,8
Toyota 16.613 7,8
Jeep 11.031 5,2
Honda 10.012 4,7
10º Nissan 7.581 3,6
11º Mitsubishi 1.933 0,9
12º Citroën 1.806 0,9
13º Peugeot 1.703 0,8
14º Chery 1.608 0,8
15º BMW 1.117 0,5
16º Mercedes-Benz 847 0,4
17º Volvo 624 0,3
18º Kia 598 0,3
19º Audi 586 0,3
20º Land Rover 403 0,2
21º MAN 254 0,1
22º Suzuki 253 0,1
23º Iveco 234 0,1
24º JAC 179 0,1
25º Porsche 160 0,1
26º Jaguar 144 0,1
27º Mini 135 0,1
28º Troler 120 0,1
29º Lexus 95 0,0
30º Subaru 46 0,0

Fonte: AutoInforme

Anúncio