O Procon anunciou nesta sexta-feira, 23, a convocação de dois recalls na área automotiva. Um é do Ford Fusion 2015 e outro do Jeep Cherokee ano/modelo 2014. No primeiro caso a montadora informa que a data de produção dos modelos envolvidos vai de 1º de agosto a 20 de novembro de 2014, abrangendo os chassis (oito últimos dígitos) de FR100443 até FR199580.

A Ford  informa ter identificado que, em eventual colisão do veículo, o cabo de fixação do mecanismo de pré-tensionamento dos cintos de segurança dianteiros fica exposto a altas temperaturas geradas pelo acionamento do pré-tensionador do cinto, o que pode diminuir a resistência do cabo à tração.

“A diminuição da resistência à tração do cabo de fixação do mecanismo de pré-tensionamento dos cintos de segurança dianteiros pode resultar na retenção inadequada dos ocupantes dos respectivos assentos, com risco de lesões em caso de colisão”, destaca em nota. Os proprietários dos veículos envolvidos deverão agendar junto a uma concessionária da marca aplicação de um revestimento isolante para proteger o referido cabo de fixação.

Em relação ao Jeep Cherokee 2014, a FCA, Fiat Chrysler Automóveis do Brasil, revela que os chassis envolvidos no recall (números não sequenciais – últimos seis dígitos) vão de 134303 a 322998, envolvendo 241 unidades.

A empresa identificou a possibilidade de troca inesperada das marchas para o neutro (ponto morto) com o veículo em movimento, “podendo resultar na perda da força motriz, com risco de acidentes e consequentes danos físicos graves ou fatais aos ocupantes de veículos e terceiros”.

Anúncio

LEIA MAIS

Procon notificará VW sobre atraso em reparos de recall

Recall mundial da Volvo envolve 160 veículos vendidos Brasil

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão agendar visita a uma concessionária da marca a partir de sesgunda-feira, 26, para a atualização do software do módulo de controle da transmissão. Para mais informações a empresa oferece o site www.jeep.com.br, o whatsapp 31 2123-4000 e a central de atendimento 0800-703 7150.

Segundo o Procon, os consumidores que sofreram algum tipo de acidente, pela manipulação do produto, poderão solicitar, por meio do Judiciário, a reparação dos danos eventualmente sofridos.

A Fundação Procon-SP mantém desde 2002 um banco de dados com informações sobre todas as campanhas de recalls realizadas no Brasil: http://sistemas.procon.sp.gov.br/recall/.


Foto: Divulgação/Ford