Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 serão uma grande vitrine para a Toyota Motor Corporation mostrar seus projetos e produtos para a mobilidade elétrica. Como patrocinadora oficial, a montadora fornecerá cerca de 3,7 mil veículos utilizados antes e durante o evento, perto de 90% deles com algum nível de eletrificação ou totalmente elétricos.

A frota será diversificada e contemplará várias tecnologias, incluindo híbridos elétricos (HEV), elétricos a células de combustível (FCEV), como o Mirai movido a hidrogênio, híbridos elétricos plug-in (PHEV), o Prius PHV, e elétricos a bateria (BEV).

Serão cerca de 500 FCEVs e perto de 850 BEVs. Alguns veículos terão versões inéditas ou ainda são desconhecidos na maioria dos mercados ou mesmo no Japão. O Accessible People Mover, APM, o e-Palette e o Toyota Concept-i, por exemplo, devem atrair a maioria das atenções.

Perto de 2, 7 mil veículos estarão disponíveis comercialmente para deslocamentos entre as praças esportivas durante os Jogos Olímpicos. Cálculos da montadora sugerem que a média de CO2 emitida por essa frota será inferior a 80 g/km, quase a metade  do índice normalmente registrado por modelos convencionais a gasolina e diesel.

Anúncio

Para ajudar a evitar colisões e reduzir possíveis danos ou ferimentos, todos os veículos disponíveis comercialmente para transporte de pessoas estarão equipados com tecnologias de segurança preventivas da montadora.

Quase todos também serão equipados com a Smart Stop Technology (SST), tecnologia desenvolvida pela própria Toyota de auxílio de frenagem em caso de aplicação incorreta não intencional do pedal de aceleração.

LEIA MAIS 

→ Toyota se une à BYD para produzir elétricos na China

→ Toyota Hilux e SW4 têm nota máxima em segurança na América Latina

A montadora fornecerá ainda unidades do Sora, ônibus a célula de combustível, veículos capazes de levantar passageiros de seus assentos e equipados com dispositivos para acesso de cadeirantes,  além de empilhadeiras a célula de combustível, produtos fabricados e vendidos pela Toyota Industries Corporation.


Foto: Divulgação/Toyota