A Renault deu um importante passo na briga travada por  — ainda — algumas poucas montadoras pela maior  oferta de veículos elétricos no Brasil, sobretudo para frotistas. A marca, que já vende o Zoe a clientes finais e empresas, entregou oficialmente nesta sexta-feira, 19, 100 unidades do Kangoo E-Tech Electric à Americanas S.A., gigante do comércio eletrônico.

Os comerciais leves importados da França foram incorporados à frota da varejista por meio de terceirização com a locadora Unidas. A cliente escolheu distribuir os veículos em nove cidades de sete estados para o transporte das encomendas do centro de distribuição até o consumidor final, aplicação conhecida como “última milha”.

Com a adição dessa centena de utilitários da Renault, a frota da Americanas, que tem ainda 3,5 mil lojas físicas e franquias, passa a contar com cerca de 500 veículos elétricos e caminha para para neutralizar suas emissões de carbono até 2025, conforme sua estratégia voltada à sustentabilidade.

LEIA MAIS

→ Renault priorizará automóveis de maior valor na América Latina

→ Renault coloca Fernando de Noronha no caminho de emissões neutras

Anúncio

O Kangoo E-Tech, afirma a Renault, tem autonomia de até 200 km e sua bateria, é recarregado em estações com plug do tipo 2 e, com 4 m³, pode transportar objetos de até 2,12 m de comprimento, 1,22 m de largura e até 650 kg de carga útil.

A empresa calcula que os 100 Kangoo elétricos da Americanas deixarão de emitir 763 toneladas de CO2 por ano em comparação com os veículos à combustão.

Renault Kangoo


Foto: Divulgação