Enquanto os veículos leves zero Km respondem por 22,2% do total de financiamentos no País e os seminovos, com até 3 anos de uso, têm fatia de 12,9%, os usados na faixa de 4 a 8 anos abrangem 29,3% dos negócios a prazo feitos no mercado brasileiro, ou seja, quase 1/3 das transações.

De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 11, pela B3 , as vendas financiadas de veículos em somaram 532,2 mil unidades, entre novas e usadas, incluindo automóveis, comerciais leves, pesados e motos. Esse número representa um aumento de 5,4% em relação a agosto de 2018 e uma queda de 1,6% sobre julho, que teve maior número de dias úteis ( 23 contra os 22 do mês passado).

Do total de 532 mil transações, 196 mil envolveram veículos novos e 336,2 mil de usados, aí incluindo leves, pesados e motos. Especificamente no segmento de automóveis e comerciais leves foram 424,5 mil financiamentos em agosto, dos quais 118,1 mil relativos a carros zero KM, 68,7 mil de seminovos e 156,1 mil de veículos com 4 a 8 anos de uso.

Anúncio

Os veículos do segmento de leves com 9 a 11 anos de uso somaram 63,3 mil financiamentos e os mais velhinhos, acima de 12 anos, total de 18,1 mil negócios a prazo. Segundo a B3, considerando apenas autos leves, os financiamentos de usados cresceram 8,1% em agosto na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Já os financiamentos de autos leves 0km acumularam queda de 3,7%, na mesma base de comparação.

A B3 opera o SNG, Sistema Nacional de Gravames, que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.


Foto: Pixabay