Com uma frota que vai chegar a 16 Renault Twizy, o Distrito Federal inaugurou serviço pioneiro de compartilhamento de veículos elétricos a serem utilizados por 300 servidores públicos em rota restrita à Esplanada dos Ministérios e sedes dos órgãos da administração do governo distrital

O lançamento do novo serviço – denominado VEM DF (Veículo para Eletromobilidade) – aconteceu nesta segunda-feira, 7, no Palácio do Buriti, em Brasília. Desenvolvido pela ABDI, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, em parceria com o PTI, Parque Tecnológico de Itaipu, e o GDF, Governo do Distrito Federal, o VEM DF é um projeto piloto que funcionará no formato de carsharing para uso de servidores pré-selecionados.

LEIA MAIS

“Carro elétrico, você ainda vai ter um.”

Kwid mostra força e já responde por 40% das vendas da Renault

Presente na cerimônia de lançamento, o presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, destacou que, para a empresa, é um grande privilégio participar deste importante projeto. “O VEM DF certamente será referência em eletromobilidade no Brasil”, destacou o executivo, informando que a montadora negocia com outras prefeitura a instalação de serviço de compartilhamento similar ao adotado em Brasília.

Dois carros já estão habilitados para fazer o transporte de servidores e até o final do ano os demais receberão a instalação do software. A frota de 16 Twizy, dos quais 12 já estão em Brasília e quatro chegam até dezembro, foi adquirida pela ABDI, que fez um contrato de comodato com o GDF de 36 meses.

Anúncio

Segundo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, se toda a frota fosse eletrificada, a economia anual com combustível chegaria a R$ 2,1 milhões. Na ocasião, Rocha anunciou a decisão do seu governo de isentar do pagamento de IPVA todos os veículos elétricos.

LEIA MAIS

DF isentará veículos elétricos de IPVA por 5 anos

O aplicativo escolhido para fazer a gestão do projeto foi o Mobi-e, desenvolvido pelo PTI e já utilizado em um programa de compartilhamento de veículos interno da Itaipu, que envolve também o elétrico compacto da Renault. O aplicativo permite reservar os veículos disponíveis, acompanhar sua localização, monitorar a velocidade, a carga de bateria e as rotas percorridas, dentre outras informações.

Como parte do mesmo projeto, foram instalados 35 eletropostos no Distrito Federal, todos fabricados pela WEG. Eles serão gratuitos e de uso coletivo, iniciativa que tem por objetivo incentivar o uso dos veículos elétricos na capital do País.

“O objetivo da ABDI é divulgar soluções e promover o investimento em eletromobilidade, que é um dos alicerces estratégicos das cidades inteligentes”, afirma Igor Calvet, presidente da ABDI.


Foto: Divulgação/Renault