Criada em novembro de 2017 como fruto de uma parceria entre a empresa brasileira e a chinesa, a Caoa Chery vem desde então expandido em ritmo acelerado seus negócios mercado nacional. Suas vendas saltaram de 8.640 veículos em 2018 para 20.195 no ano passado, com expressivo crescimento de 133% no período.

Segundo dados da Fenabrave, a fabricante encerrou o ano na 14ª posição no ranking das marcas de automóveis e comerciais leves mais comercializadas no País, com participação de 0,76%, o dobro do market share de 0,35% do ano anterior. Além de investir em novos produtos, a empresa está ampliando a sua rede, que passou de 65 concessionárias em 2018 para 115 em 2019. A meta é superar 140 lojas em 2020.

Dentre os seus veículos disponíveis no mercado brasileiro, a Caoa Chery destaca o SUV Tiggo 5X, campeão de vendas da empresa no ano passado, com 7.973 emplacamentos. O segundo modelo mais vendido foi o Tiggo 2, o primeiro automóvel lançado pela montadora no mercado brasileiro, que atingiu no ano passado 6.250 licenciamentos. Na sequência vêm o Arrizo 5 e Tiggo 7, com, respectivamente, 2.274 e 2.186 unidades comercializadas.

LEIA MAIS

Caoa Chery prepara novo salto de três dígitos nas vendas em 2020

Anúncio

Caoa Chery produzirá Arrizo 6 e Tiggo 8 no Brasil

O fortalecimento da rede de concessionárias foi outro diferencial da CAOA CHERY em 2019 e deve seguir como destaque em 2020. Além disso, a marca se tornou referência nos serviços de pós-venda, ao conquistar os melhores índices de tempo de entrega e operação de peças, por exemplo.

“Foi um ano extremamente positivo para a Caoa Chery Lançamos novos produtos, inclusive um modelo elétrico, expandimos a nossa presença mercado, praticamente dobrando o número de concessionárias, e conseguimos superar, no ranking das montadoras de automóveis, marcas que atuam há décadas no mercado nacional”, comanta Marcio Alfoso, CEO da fabricante.

O executivo destaca ainda o desempenho da marca em dezembro, quando vendeu 2.190 veículos, o seu segundo melhor resultado no País. O resultado representou 15% de crescimento sobre novembro e de 90% sobre o mesmo período em 2018. Sua participação no último mês de 2019 chegou a 0,87%, ocupando a 12ª posição no ranking das montadoras de automóveis.


Foto: Divulgação/Caoa Chery