Apenas cinco meses depois de deixar a direção geral da Volvo Cars Brasil para assumir a diretoria comercial da Citroën, João Oliveira retorna à empresa sueca e ao cargo que detinha. Sua passagem pela operação brasileira da Citroën foi uma das mais rápidas de um alto executivo do setor autotivo brasileiro nos últimos tempos.

Chama a atenção ainda na recente trajetória de Oliveira o fato dele ter sido nomeado diretor geral da Volvo apenas dois meses antes de ser anunciado como reforço para comandar as vendas da Citroën. O executivo então já acumulava 16 anos na marca sueca em várias funções e, antes de ser nomeado ditetor geral em junho, respondeu pela diretoria comercial por cerca de quatro anos.

“Estou muito feliz de retornar à Volvo.Volto em um momento muito especial para a marca”, disse em nota Oliveira, referindo-se aos lançamentos que estão chegando ao mercado brasileiro neste início de ano, dentre eles o catálogo Momentum Plug-in Hybrid dos modelos XC90 e XC60, que agora passa a oferecer o motor híbrido T8 em todas as versões destes modelos.

Anúncio

O XC40 também já é vendido com mais equipamentos e funcionalidades na versão e entrada Momentum e ganhou a versão de luxo Inscription, também com motorização T4. A marca promete mais novidade para o XC40 ainda no primeiro semestre de 2020.

LEIA MAIS

→ Volvo Cars lança mais duas versões híbridas plug-in no País

A Volvo trabalha para aumentar a oferta de veículos híbridos e elétricos no Brasil. A empresa queR ingressar em 2021 com toda a linha eletrificada. Este ano, calcula Oliveira, a participação desses produtos no mix de vendas já estará acima dos 40%.

Em 2019, a Volvo negociou no mercado brasileiro perto de 1,1 mil automóveis eletrificados, do total de 7,9 mil licenciamentos que obteve — crescimento de 15,8%, tendo o XC 60 como o veículo mais vendido, 3,4 mil emplacamentos — e projeta novo avanço da ordem de 20% e 10 mil automóveis negociados.


Foto: Divulgação/Volvo Cars