A Audi fará do Salão do Automóvel de São Paulo plataforma para múltiplos lançamentos no Brasil. A montadora alemã apresentará ao público de 8 a 18 de novembro nada menos do que os novos A6, A7, a esportiva station wagon RS 4 Avant e o sofisticadíssimo e tecnológico A8 e a novidade mundial Q8. De quebra, também o E-Tron, seu primeiro veículo de série totalmente elétrico.

Todos eles, porém, estarão nas revendas apenas em 2019. O ano que vem, aliás, foi definido por Johanness Roscheck, presidente da Audi no Brasil, como o período de maior renovação da marca aqui, desde sua chegada ao Brasil no início da década de 90 pelas mãos de Ayrton Senna. “Serão treze lançamentos em apenas doze meses, quatro deles eletrificados”, enfatiza o executivo.

 

Difícil definir a maior atração da marca no estande da mostra paulistana. Mas a própria Audi tratou de dar maior brilho à apresentação do E-Tron. O modelo, afirma Roscheck, começa a ser importado somente a partir  do segundo semestre de 2019. Seu preço? O presidente da Audi calcula que girará em torno de R$ 400 mil.

Anúncio

Estimar suas vendas é um exercício que o executivo se nega ainda a fazer. “Quem consegue afirmar, neste momento, quantos veículos elétricos serão vendidos no Brasil em 2019? Impossível!”, pondera Roscheck.

Tudo ficará mais claro somente a partir da aprovação efetiva do Rota 2030, afirma o executivo, que revela ter, sim, plano de produção de um novo veículo no Paraná, caso o programa seja aprovado. “O programa cria uma base importante para fabricantes de pequenos volumes. Hoje, naturalmente, os fornecedores não têm interesse de desenvolver compomentes para apenas 5 mil veículos por ano, por exemplo.”

Apesar da capacidade instalada de 25 mil undiades anuais, a Audi deve fabricar cerca de 6 mil automóveis e utilitários esportivos no Brasil em 2018. E nada muito diferente disso no ano que vem, admite Roscheck, que, ainda assim, projeta que o mercado interno será superior em 2019. “Só não estimo quanto melhor para não frustrar minhas próprias expectativas. Isso já aconteceu neste ano.”


Fotos: Divulgação/Audi