O Grupo Volkswagen, maior fabricante europeu de veículos, decidiu suspender a produção na Itália, Portugal, Eslováquia e Espanha até o fim desta semana para combater a dissseminação do coronavirus. A empresa vislumbra quadro ainda mais crítico e já admite que está se preparando para  interromper as atividades temporariamente em todas as fábricas na Europa.

Nesta terça-feira (17), o CEO Herbert Diess confirmou:  “Dada a atual deterioração significativa na situação de vendas e a crescente incerteza em relação ao fornecimento de peças para nossas fábricas, a produção será suspensa em um futuro próximo nas fábricas operadas por marcas do grupo”.

A empresa admite que todas as unidades europeias poderão ficar fechadas por duas ou até três semanas. O grupo possui 124 fábricas em todo o mundo, 72 delas na Europa e 28 na Alemanha. Em breve, cada uma das dez marcas do conglomerado divulgará seus planos operacionais.

A Audi, porém, já revelou que interromperá a produção a partir da próxima segunda-feira em Ingostadt e Neckarsulm, na Alemanha, em Bruxelas, na Bélgica, e Gyor, Hungria. Também decidiu desligar no mesmo dia as máquinas da planta de San Jose Chiapa, no México

Segundo agências internacionais, a decisão do grupo alemão foi tomada depois que o conselho de trabalhadores da própria VW concluiu que não era possível para os trabalhadores da linha de montagem manter  distância segura um do outro para evitar o contágio .

Anúncio

LEIA MAIS

→ Montadoras ainda não consideram interromper produção aqui

Diess afirmou que é impossível, neste momento, projetar o desempenho do setor em 2020: “Será um ano muito difícil. A pandemia nos apresenta desafios operacionais e financeiros desconhecidos”.

 

TOYOTA INTERROMPE ATIVIDADE NA FRANÇA e PORTUGAL

 

A Toyota Europe também resolveu pelo fechamento por tempo indeterminado da fábrica em Valenciennes,  França, a partir desta  quarta-feira. Em comunicado, informou que a medida se destina  a impedir a propagação do coronavírus, informou a empresa.

Valenciennes conta com 4,5 mil funcionários. De lá sai o Yaris, o modelo da marca mais vendido na Europa, e, em breve, um SUV compacto baseado na mesma plataforma.

A montadora também manterá fechada por duas semanas sua unidade de Ovar, Portugal, onde fabrica o Land Cruiser para exportação para fora da Europa.


Foto: Divulgação