Após suspender o lançamento presencial do novo Tracker por causa do novo coronavírus, a General Motors divulgou nesta segunda-feira, 16, fotos externas e internas, assim como detalhes técnicos e de acabamento do modelo, no site oficial da Chevrolet. Em sua nova geração, o SUV tem cinco versões, com preço a partir de R$ 82 mil, além da PcD, destinada exclusivamente a pessoas com deficiência, que sai por R$ 70 mil.

O evento de apresentação do produto, que estava programado para a próxima quarta-feira, 18, no Expo São Paulo, na capital paulista, deverá ocorrer via transmissão on line no mesmo dia. Outras montadoras brasileiras, dentre as quais Mercedes-Benz e Volvo, cancelaram encontros similares programados para esta semana por causa da pandemia.

LEIA MAIS

Coronavírus força o cancelamento do Salão de Genebra

Montadoras ainda não consideram interromper produção aqui

Os novos contornos do disputado segmento de SUVs

Coronavírus ameaça parar produção de veículos no País

Vale lembrar que pelo mesmo motivo foi cancelado o Salão de Genebra, previsto para 5 a 15 deste mês. Os lançamentos programados para a mostra foram feitos on line pelas montadoras após a suspensão da mostra.

Anúncio

Segundo divulgado no site da General Motors, a versão mais barata do novo Tracker, que custa R$ 82 mil, é a 1.0 Turbo MT. As demais são a 1.0 Turbo LT, por R$ 89,9 mil, a 1.2 Turbo AT, por R$ 90,5 mil, a 1.2 Turbo LTZ, a partir de R$ 99,9 mi, e a 1.2 Turbo Premier, com preço sugerido de R$ 112 mil.

Ambos flex, os motores 1.0 e 1.2, de 3 cilindros, são equipados com turbocompressor. O primeiro é o mesmo do novo Onix, com potência de 116 cv com etanol. Nas versões com esse propulsor, o câmbio pode ser manual ou automático, sempre com 6 marchas. O 1.2 turbo é inédito e gera 133 cv também com etanol. Ele será combinado sempre ao câmbio automático de 6 marchas.

ITENS DE SEGURANÇA

O novo Tracker vem com 6 airbags de série (2 frontais, 2 laterais e 2 de cortina) em todas as versões, além de controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis com projetores, regulagem de altura dos faróis, luzes diurnas de LEDs, rodas de liga leve, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, computador de bordo, limitador de velocidade, direção elétrica e sensores de estacionamento traseiros.

Ainda de série tem a central multimídia com tela de 8 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, e sistema de WiFi. Agora feito a partir do Onix – antes se baseava no Cruze, que saiu de linha este mês – o novo Tracker é maior em relação à geração anterior. Tem 4m27 de comprimento (acréscimo de 10 cm), 2m04 de largura, 1m63 de altura e 2m57 de entre-eixos. O porta-malas passou de 306 para 393 litros.


Foto: Divulgação/GM

 

.