AMitsubishi Motors decidiu incentivar os brasileiros a permanecerem em suas casas como forma de atenuar a disseminação do coronavírus. A montadora lançou nesta sexta-feira, 27, a campanha #desacelere em meios digitais  e que inclui um “filme-manifesto, como define a agência criadora Ampfy,  além de ações de conteúdo de marca e de relacionamento com os consumidores.

Contratados da Mitsubishi, os atletas Adriano de Souza “Mineirinho”, Carlos Burle, Felipe Camargo, Rogério Braga e o canal Hidaka Explorer também ficarão responsáveis pela geração de mensagens em apoio ao isolamento social.

Peça mais importante, o filme traz modelos Mitsubishi 4×4 em meio trajetos off road, foco do marketing da marca desde sempre, enquanto áudio estimula a reflexão: “A vida é a estrada mais importante de todas, e o condutor precisa entender os sinais que ela dá. Assim é feito o apelo para tirar o pé do acelerador e aproveitar a viagem”.

“Vivemos um momento sem precedentes e ficar em casa, desacelerar, deixar seu carro na garagem é fundamental agora”, justifica Fernando Julianelli, diretor de marketing e comunicação da HPE Automotores do Brasil, que, além de importar, fabrica veículos Mitsubishi e o Suzuki Jimny em Catalão (GO).

Anúncio

FÁBRICA PARADA POR 60 DIAS

Para também evitar contaminações, a fábrica goiana paralisou a produção na segunda-feira, 23, e concedeu férias coletivas por 60 dias a cerca de 1,9 mil trabalhadores. Três dias antes, funcionários  administrativos do escritório da empresa em São Paulo passaram a trabalhar remotamente de suas casas.

Em 2019, saíram de Catalão 14,5 mil veículos das duas marcas, o menor volume desde 2003, quando  foram fabricadas 11,8 mil unidades somente de modelos Mitsubishi — os Suzuki foram montados a partir de 2013 na também goiana fábrica de Itumbiara, destativa em 2015.

LEIA MAIS

→ Ford oferece adiamento de até 3 parcelas de financiamentos

Também no ano passado, a fábrica superou a marca de 500 mil unidades fabricadas: mais precisamente 501,7 mil, segundo levantamento da Anfavea. O recorde anual foi estabelecido em 2014, com 45,8 mil veículos produzidos.

Desde 1991, quando os Mitsubishi começaram a chegar ao Brasil importados, a HPE já negociou 766,7 mil  automóveis, picapes e utilitários esportivos, 67,7 mil em 2012, melhor resultado anual até hoje.


Foto: Divulgação