General Motors e a Honda resolveram unir forças na América do Norte. As duas montadoras anunciaram nesta quinta-feira, 3, assinatura de um memorando de entendimento para o estabelecimento de aliança na região.”O escopo da aliança proposta inclui uma gama de veículos a serem vendidos sob as marcas distintas de cada empresa, bem como cooperação em compras, pesquisa e desenvolvimento, e serviços conectados”, anunciaram em comunicado oficial.

Em abril, as duas fabricantes já haviam revelado o desenvolvimento de dois veículos elétricos da Honda e que utilizarão a plataforma EV global da GM. Ações conjuntas da empresas, porém, são conhecidas há mais de duas em  áreas como células de combustível, baterias e veículos autônomos.

Agora, elas compartilharão outras plataformas, além de sistemas de propulsão eletrificados e de motores a combustão interna — uma decisão que permite imaginar movimento até mais amplo e em outros mercados. O trabalho conjunto das engenharias comecará já no início de 2021, asseguram as montadoras.

bolt

Plataforma EV utilizada no Chevrolet Bolt será base de dois elétricos da Honda

“Esta aliança ajudará as duas empresas a acelerar o investimento em futuras inovações em mobilidade, disponibilizando recursos adicionais. Dado nosso forte histórico de colaboração, as empresas perceberam sinergias significativas no desenvolvimento do portfólio atual de veículos”, disse Mark Reuss, presidente da General Motors.

Anúncio

“Por meio dessa nova aliança com a GM, podemos alcançar eficiências de custo substanciais na América do Norte, o que nos permitirá investir em tecnologia de mobilidade futura, enquanto mantemos nossas próprias ofertas de produtos distintos e competitivos”, acrescentou Seiji Kuraishi, vice-presidente executivo da Honda Motor Co., Ltd.

O compartilhamento em compras envolverá materiais, logística e estratégias de localização. A aliança trabalhará ainda em arquiteturas elétricas, sistemas avançados de assistência ao motorista, infoentretenimento, conectividade e comunicação de veículos com todas as interfaces.

Também em abril, as empresas acertaram que a Honda incorporará os serviços de segurança, emergência e serviços conectados do OnStar da GM em seus dois futuros veículos elétricos concebidos sobre a plataforma EV global.

LEIA MAIS

→ Toyota e Honda testam ônibus com sistema de entrega de energia

→ GM cai para o terceiro lugar no ranking de agosto

Foto: Divulgação