O mercado de veículos usados segue trajetória de recuperação iniciada em maio após despencar em abril por causa das medidas de isolamento social impostas pela Covid-19. As vendas em agosto atingiram 1.264.408 unidades, o que representou alta de 10,9% sobre o total de 1.143.726 unidades negociado em julho.

O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 9, pela Fenauto, entidade que representa o setor de lojistas de veículos multimarcas, divulgou o relatório de vendas durante o mês de agosto. Apesar de o setor ainda registrar queda de 26,8% no acumulado até agosto, o presidente da entidade, Ilídio dos Santos, acredita que até dezembro o mercado de usados deve atingir números similares ou até um pouco superiores aos do ano passado.

Segundo o executivo, o desempenho da primeira semana de setembro, com um aumento de 3,98% em relação aos primeiros sete dias de agosto, mostra que o movimento no setor continua em curva ascendente, caminhando para os patamares de 2019.

Anúncio

Outro dado positivo refere-se ao balanço regional do Brasil. A Fenauto já computa 20 Estados que tiveram resultado positivo em agosto sobre julho e 17 com crescimento no comparativo com o mesmo mês do ano passado. “Como a maior parte dos Estados está com resultado superior a 2019, acreditamos que o ano se encerrará positivamente”, destacou o presidente.

Particularmente em agosto, os seminovos com até 3 anos de uso foram os que mais se destacaram, com um aumento de 11,8% nas vendas. Os veículos mais vendidos no mês foram o Volkswagen Gol, com 74.530 licenciamentos, e Fiat Uno, com 42.710 unidades.

“Estamos otimistas com os resultados positivos que vêm se mantendo a partir de abril. Aos poucos a economia vem se ajustando à nova realidade, e percebemos que o consumidor vem buscando as lojas para realizar o sonho adiado de comprar seu automóvel”, conclui Ilídio dos Santos.


Foto: Divulgação/Fenauto