O Volvo FH 540 dá toda pinta de seguir em sua trajetória de campeão de vendas do mercado de caminhões e disparado dentre os pesados, categoria na qual atua. Encerrado os dois primeiros meses do ano, o modelo foi o único a superar a marca de 1 mil unidades vendidas.

Com exatos 1.013 licenciamentos, suas vendas cresceram 10% em relação ao primeiro bimestre do ano passado, além de responder por 14% do total de emplacamentos de pesados, de 7,1 mil unidades, alta de 6,5%.

O desempenho apresentado pelo modelo da Volvo chega ao fim do primeiro bimestre com quase 7% das vendas de todo o mercado de caminhões, de 14,9 mil unidades conforme os números do Renavam consolidados pela Fenabrave.

O ranking da pesados, faixa que participou com 48% das vendas totais de caminhões nos dois primeiros meses do ano, mostra a disparada do Volvo FH 540. O segundo mais vendido do segmento foi o DAF XF105 com 626 unidades acumuladas, 8,7% do mercado da categoria.

Anúncio

A lista dos caminhões pesados mais vendidos segue com o Mercedes-Benz Actros 2651, em terceiro lugar, com 565 unidades vendidas no primeiro bimestre, participação de 7,9% das vendas do segmento.

Logo atrás, ocupou outro representante da Volvo, o FH 460. O modelo acumulou 505 unidades emplacadas, fatia de 7% das vendas da categoria. O modelo, no entanto, tem forte ameaça do rival Scania R450, que vendeu 500 unidades nos dois primeiros meses do ano.

LEIA MAIS

→Volvo FH 540 encerra 2020 como o caminhão mais vendido do País

→Volvo contrata de olho a uma alta de até 40% no mercado de caminhões


Foto: Volvo/Divulgação