A Daimler Trucks definiu estratégia da oferta de caminhões eletrificados ao apresentar na quarta-feira, 16, em Berlim, Alemanha, o Mercedes-Benz GenH2 Truck, veículo conceito movido a célula de combustível, estreia da marca com essa solução. Os testes com a novidade deverão começar em 2023 e a produção em série está prevista para a segunda metade da década.

O projeto será destinado para atender operações de longas distâncias, com alcance de até 1 mil quilômetros com um único tanque, e capacidades semelhantes a um caminhão convencional a diesel. Diferentemente de outros conceitos movidos a células de combustível, a Daimler aposta no hidrogênio em estado líquido em vez de gasoso, o que sugere maior densidade de energia.

De acordo com a fabricante, ao optar por hidrogênio líquido poderá aplicar tanques menores e pressão mais baixa, contribuindo na redução do peso do veículo e espaço para carga. A empresa adianta que o modelo de produção em série terá peso bruto total de 40 toneladas e capacidade de carga útil para 25 toneladas.

No que diz respeito ao sistema de célula de combustível, a Daimler lembra que além da experiência de seus especialistas, a fabricante irá se beneficiar de acordo, anunciado em abril, com o Grupo Volvo para desenvolvimento, produção e comercialização da tecnologia para veículos comerciais pesados. O acordo resultou até mesmo na criação da subsidiária Daimler Truck Fuel Cell, unidade que antecede a formação da futura joint venture.

Ao mesmo tempo que encaminha a solução a hidrogênio, a Daimler também revelou o pesado 100% elétrico eActros, a segunda alternativa da casa para necessidades em longas distâncias. Segundo a empresa, o modelo poderá cobrir até 500 quilômetros com uma única carga. A produção em série do caminhão está prevista para 2024.

Anúncio

Com os dois modelos, a Daimler se prepara atender ao transporte de carga conforme características próprias da operação em rotas rodoviárias. Enquanto a vocação do GenH2 Truck será mais adequada a longas viagens de vários dias, de planejamento mais complexo, a do eActros se encarregará das viagens regulares e rotas definidas.

Compõe a estratégia de eletrificação ainda o eActros para distribuição urbana, apresentado ao mercado em 2018 e atualmente em testes com clientes em operações reais. A produção em série deverá ocorrer no ano que vem.

LEIA MAIS

→Daimler cria empresa para células de combustível

→Daimler e Volvo criam joint venture para células de combustível

→Mercedes-Benz inicia testes com o pesado eActros


Fotos: Daimler Trucks/Divulgação