Responsável pela produção dos SUVs Tiggo 5X, Tiggo 7 e Tiggo 8, a fábrica da Caoa Montadora de Anápolis, GO, acaba de contratar 150 trabalhadores para acelerar a produção e ampliar a oferta dos modelos no mercado brasileiro.

“Temos muito orgulho, como uma montadora 100% nacional, em seguir investindo no Brasil”, comenta o chairman da Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade. “Sabemos de todas as dificuldades que o mercado enfrenta globalmente, mas escolhemos acreditar no nosso País e na sua capacidade de recuperação. Essas novas vagas fazem parte de um grande plano iniciado em 2020 para a planta de Anápolis, que envolve investimento de R$ 1,5 bilhão”.

LEIA MAIS

Caoa investirá R$ 1,5 bilhão em Goiás em cinco anos

Caoa Chery projeta vender 70% a mais em 2021

Os novos funcionários já estão em treinamento na fábrica goiana para desempenharem suas atividades seguindo os pilares de qualidade e tecnologia da companhia. Os profissionais vão atuar como montadores de veículos, operadores de produção e auxiliares de logística.

Anúncio

Em 2020, mais de 20 mil emplacamentos

A Caoa Chery superou 20 mil veículos emplacados no ano passado, conquistando 1,03% de market share no mercado brasileiro. Mesmo diante da pandemia e da queda da ordem de 30% nas vendas médias do setor, o grupo conseguiu manter volume de vendas similar ao de 2019, ampliando a presença no País.

Segundo comunicado da Caoa, os modelos fabricados em Anápolis tiveram papel fundamental nesse desempenho positivo. Carro mais vendido da marca no ano passado, o Tiggo 5X emplacou  8.769 unidades, garantindo a 15ª colocação entre os utilitários esportivos mais vendidos em 2020,  de acordo com a Fenabrave.

A fabricante também destaca o Tiggo 8, um SUV com capacidade para até sete passageiros que quebrou recordes da montadora logo nos primeiros dias de comercialização. Sua produção em Anápolis já superou 2 mil unidades.


Foto: Divulgação/Caoa Montadora