Uma ambiciosa história originada nas antigas instalações da Chrysler em São Bernardo do Campo (SP) completa em fevereiro quatro décadas com o lançamento dos primeiros caminhões ostentado o logotipo Volkswagen, o VW 11.130 e o 13.130.

De lá para cá, a empresa ampliou domínios. Dentre marcos significativos estão o aumento do portfólio para atender extensa faixa de aplicações, a inclusão de ônibus no portfólio, em 1993, a construção de fábrica própria em Resende (RJ), em 1995 e a internacionalização com atividades produtivas no México e montagem em SDK na África do Sul, além de presença em mais 30 países, somando uma rede de 350 pontos de atendimento. Mais recentemente, em outubro do ano passado, celebrou 1 milhão de veículos produzidos no País.

Além de contar conquistas, o ano de celebração da VWCO ainda marca o início de mais um novo ciclo de investimento da companhia no País, de R$ 2 bilhões, até 2025. Será o sexto período consecutivo de aporte da empresa.

“Ao longo desses anos desenvolvemos e produzimos veículos que se tornaram ícones do transporte, além de criarmos um modelo até hoje inovador de produção, o Consórcio Modular”, comemora em nota Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus. “Seguimos entregando o melhor para os nossos clientes. E acreditamos que nosso futuro será brilhante.”

Anúncio

Também aos 40 anos a VWCO se posiciona como pioneira na produção de caminhões elétricos no País. Um acordo de 1,6 mil e-Delivery para Ambev impulsionou a criação de um consórcio de empresas para montar o caminhão em Resende. Do compromisso entre a fabricante de bebidas e a montadora, as primeiras 100 unidades deverão começar a rodar no segundo semestre.

LEIA MAIS

→VWCO começa treinamento para produção do e-Delivery

→VWCO anuncia novo ciclo de investimento de R$ 2 bi até 2025

→VWCO registra 1 milhão de veículos produzidos no País


Foto: VWCO/Divulgação