A Volvo Trucks e a DHL dão mais um passo em direção ao objetivo de tornar o transporte de carga livre de combustíveis fósseis. As empresas começam a partir de março testes com um Volvo FH 100% elétrico em operações rodoviárias na Suécia.

A iniciativa avança pelas particularidades das aplicações de longas distâncias rodoviárias, nas quais, diferentemente da distribuição urbana, a autonomia do veículo se mostra como um dos maiores desafios. Afinal, não seria sustentável incorporar mais baterias para aumentar o alcance, ao mesmo em que eleva o peso do caminhão e, por consequência, sua capacidade de carga.

No projeto, o veículo da faixa 60 toneladas de PBTC atuará em rota de 150 quilômetros por trecho entre dois terminais da operadora logística localizados nas cidades de Gotemburgo e Jönköping. A rota fornecerá à fabricante informações que contribuirão para encontrar equilíbrio e eficiência entre as distâncias, peso da carga e pontos de recarga em operações diárias de transporte rodoviário.

“Nossa meta é reduzir para zero todas as emissões relacionadas à logística”, diz em nota Uwe Brinks, CEO da DHL Cargas. “Números importantes já foram atingidos: a eficiência em CO2 de nosso Grupo já melhorou 35%, em comparação com 2007. Mas precisamos de soluções tecnológicas inovadoras e parcerias fortes para permanecer nessa jornada.”

No projeto de eletrificação do transporte de carga, Volvo Trucks leva em consideração todo o ecossistema, como a oferta da infraestrutura de recargas, auxílio no planejamento de rotas, na escolha do veículo e nos serviços de apoio.

Anúncio

“O ramo dos transportes está mudando rapidamente e ser sustentável é uma vantagem comercial cada vez mais importante para nossos clientes”, avalia Roger Alm, presidente da Volvo Trucks. “Oferecemos soluções em transportes eficazes, que ajudam numa transição mais rápida para combustíveis de origem não fóssil, como a energia elétrica.”

A parceria da DHL com a Volvo na Suécia é mais um dos projetos de eletrificação nos quais a empresa está envolvida. A operadora logística tem associações por exemplo com a Ford, na Alemanha, e no Brasil, com a Renault, onde opera 25 Kangoo Z. E. em operações de entregas urbanas.

Ao mesmo tempo, a oferta de veículos comerciais elétricos na Europa já está na prateleira das fabricantes. A própria Volvo Trucks já produz em série os caminhões das linhas FL e FE movidos a bateria, modelos destinados às operações urbanas. O início das vendas de pesados é promessa da marca para ainda este ano. “Nosso compromisso é ter toda nossa linha de caminhões livre de combustíveis fósseis até 2040”, resume Alm.

LEIA MAIS

→DHL amplia frota de elétrico com a Renault

→Ford produz van elétrica na Alemanha


Foto: Volvo Trucks/Divulgação