Mudanças nos hábitos de consumo provocados pela pandemia fomentaram as operações e resultados da Jadlog, operadora logística e transportadora de cargas fracionadas expressas. Especialmente impulsionada pelo comércio eletrônico, a empresa registrou crescimento de 100% na movimentação de encomendas, o que contribuiu com um faturamento superior a R$ 1 bilhão em 2020, o melhor resultado em 15 anos de existência.

De acordo com a empresa, a operadora contabilizou mais de 40 milhões de encomendas entregues no ano passado, o dobro do registrado em 2019. Com o ritmo, a receita cresceu 50%. “Foi um ano que exigiu muito de todos, mas que, ao final, nos trouxe o melhor resultado”, resume em nota Bruno Tortorello, presidente da Jadlog.

Para fazer frente ao aumento da demanda e, ao mesmo tempo, enfrentar o novo ambiente provocado pela pandemia, a empresa antecipou investimento. Somente no suporte da operação foram aplicados R$ 30 milhões destinados à mecanização de hubs, ampliação de frota e em infraestrutura, uma programação prevista até então para os próximos anos.

Anúncio

Na matriz, em São Paulo, instalação de um novo sorter elevou em 50% a capacidade de processamento diário de encomendas. A empresa também incorporou um segundo Centro de Distribuição na rodovia Anhanguera, e locou um terceiro galpão. Se somados, ambos espaços totalizam 30 mil m².

Fora de São Paulo, a Jadlog investiu em novos hubs, como o de Joinville (SC), de Vila Velha (ES) e de Salvador (BA), o que promoveu integração com malhas regionais e agilidade para atender as regiões Sul, Centro Oeste e Nordeste. Filiais também foram ampliadas, casos de Vitória (ES), Recife (PE), Cuiabá (MT), Manaus (AM) e Goiânia (GO).

Para 2021, apesar das incertezas em relação ao ritmo da vacinação e retomada da economia, a empresa estima registrar novo crescimento em torno de 20% em entregas de encomendas. A projeção é baseada no avanço do mercado digital, que consolidou as compras pela internet.


Foto: Jadlog/Divulgação