A estratégia de internacionalização da Volkswagen Caminhões e Ônibus colocada em prática por volta de dois anos atrás segue em expansão. A empresa anuncia que a partir do primeiro semestre do ano que vem, a fábrica de Querétaro, no México, terá uma nova linha de montagem exclusiva para montagem de chassis para ônibus da marca MAN.

Com o início das atividades da nova linha, a unidade mexicana passará a ter capacidade para 6 mil veículos/ano, volume perto de 15% superior ao que pode produzir atualmente. As instalações, que ocuparão área de 1.500 m² do galpão com cinco postos produtivos para mais quinze trabalhadores, serão responsáveis pela localização dos chassis MAN RR3 e RR5, que passarão a vir completamente desmontados da Alemanha.

Segundo Roberto Cortes, presidente e CEO da VWCO, depois de quase quinze anos de atuação no México, a decisão de ampliar presença no país é uma reposta ao nível de maturidade a que chegou a operação. “Duplicamos nosso volume de produção no último ano, com a modernização da linha já existente e a introdução de novos modelos de caminhões e ônibus VW. Agora é a hora de dar o próximo passo.”

Com o objetivo de melhor suportar o aumento de produção, a empresa acaba de iniciar atividades de um centro logístico, localizado no mesmo parque industrial em área de 4.200 m². O local, dotado de equipamentos para montagem de sistemas, abriga o estoque de componentes, que antes ocupava a área da nova linha de montagem.

LEIA MAIS

Anúncio

→Roberto Cortes: convicção do fim da crise.

→MAN tem novo comando no México

→MAN cresce 22% no México e bate seu recorde histórico

→Exportações da MAN crescem 31% em 2017

→MAN aumenta ações no exterior

“Essas iniciativas apoiarão posição competitiva das nossas marcas no país e vão respaldar nossos objetivos de crescimento e internacionalização”, completa em nota Leandro Radomile, diretor geral da operação mexicana da montadora.

Embora não revele o tamanho da participação, a VWCO lembra ainda que após um ano da inauguração do centro de customizações da BMB no México, empresa parceira da fabricante, os pedidos de adequações de veículo sob medida já representam parcela significativa da produção local.

As adequações mais frequentes são para a transmissão automatizada V-Tronic e a instalação de quinta-roda. Atualmente, a maior programação se destina à Heineken, que recentemente comprou 547 veículos da marca.


Foto: VWCO/Divulgação