Temas recorrentes como a necessidade de redução do Custo Brasil e a importância de se instituir no País um programa de renovação de frota foram abordados pelo presidente do Sindipeças, Dan Ioschpe, na abertura do 2º Encontro da Indústria de Autopeças, realizado em formato online na tarde desta segunda-feira, 5.

O executivo também defendeu a criação de uma agenda de competitividade e produtividade e a continuidade e o aperfeiçoamento do programa Rota 2030. Não entrou em detalhes sobre o que pode ser melhorado, mas salientou a  importância do incentivo à pesquisa e desenvolvimento e a necessidade de inserção do Brasil no ambiente internacional.

“Falta integração do País ao mundo”,  comentou Ioschpe, destacando que isso pode ocorrer, preferencialmente, via acordos comerciais. “São muitos os desafios para enfrentar os riscos e aproveitar as oportunidades. Passamos por um processo de ruptura, tanto em termos de produtos como de manufatura, e precisamos avançar para acompanhar o mundo. Por isso a importância de uma agenda de competitividade e produtividade”.

Realizado de forma virtual por causa do agravamento da pandemia da Covid-19 no País, o 2º encontro das autopeças reuniu representantes das associações representantes das empresas do setor da Europa, Argentina, México, Estados Unidos e Índia.

Anúncio

A palestra principal foi feita por Sigrid de Vries, secretária geral da Clepa, entidade que representa a indústria de autopeças na Europa, que falou dos entraves para o acordo da União Europeia com o Mercosul, citando especificamente a questão do desmatamento. De qualquer forma, disse acreditar ser possível chegar a um entendimento ainda este ano, lembrando a necessidade de uma equalização de padrões e normas técnicas entre as regiões para que o acordo possa vingar.

Após a palestra da representante da Clepa, houve o painel Visão do Futuro, que reuniu os presidentes das entidades que representam fabricantes de autopeças na Argentina, México, Estados Unidos e Índia. Todos eles falaram da situação atual dos mercados onde atuam a da importância da integração da indústria automotiva mundialmente.


Foto: Captura de tela/Sindipeças